110 ANOS NA PAULISTA

E a cultura japonesa invadiu a mais paulista das avenidas. No último dia 10, a edição especial do Domingo na Paulista, uma realização da Comissão para Comemoração dos 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil em parceria com a Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e Sesi (Serviço Social da Indústria) em homenagem aos 110 anos da imigração japonesa no Brasil, reuniu, pela primeira vez, shows, danças e arte marcial. “Foi muito gratificante ver pessoas de todas as idades e tribos parando e querendo conhecer e aprender um pouco mais sobre a cultura japonesa”, disse um dos coordenadores do evento, Cládio Kurita. Segundo ele, o objetivo principal da celebração foi “levar a cultura onde o povo está”. “Os grupos estão de parabéns”, elogiou.

Apresentação de Kendô (Jiro Mochizuki)
Apresentação de Kendô (Jiro Mochizuki)

Durante quase quase cinco horas, o público – os organizadores calculam que cerca de 10 mil pessoas passaram pelo local durante toda a tarde – conferiu as apresentações de Kenko Taisso, Kendô, Banda Todos Nós, Joe Hirata, Grupo Requios Gueinou Doukoukai, Parada Taiko (com Tenryuu Wadaiko, Himawari, Requios e Ryukyu), Tottori Shan Shan Kassa Odori, Shinsei Acal, Escola de Odori Hananokai e a Escola de Samba Águia de Ouro.

FONTE : JORNAL NIPPAK

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *