Advogada algemada comenta prisão: ‘Não sei quem deu ordem’

A advogada Valéria dos Santos, que foi presa e algemada por policiais militares dentro de uma sala de audiência no Rio de Janeiro, foi ao programa “Encontro com Fátima Bernardes” desta sexta-feira (14).

Valéria comentou o episódio ocorrido após uma discussão com uma juíza leiga [advogado que auxilia o juiz togado]. Na ocasião, Valéria defendia uma cliente em um processo contra uma empresa de telefonia e queria ter acesso à contestação do caso.

“Não sei de quem foi a ordem de prisão. Só sei que ela foi cumprida. Quero deixar bem claro que não fui agressiva em nenhum momento”, declarou.

A Ordem dos Advogados do Brasil afirmou que Valéria estava absolutamente correta e o ato foi uma violação grave. A OAB entrará com um pedido de punição máxima para a juíza e os policiais.

A juíza leiga não se manifestou. Em nota, o Tribunal de Justiça do Rio disse que só vai se pronunciar após encerrar a apuração do caso. A Polícia Militar também informou que os agentes foram acionados para retirar a doutora Valéria da sala de audiência por determinação da juíza de plantão.

FONTE : MSN BRASIL

    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *