Banheiros próximos ao parquinho no lago artificial voltam a ser assunto na Casa de Leis garcense

Novamente a situação dos banheiros localizados próximos ao parquinho no lago artificial voltaram a ser assunto na Casa de Leis garcense. O assunto rendeu muita discussão entre os edis que debateram a questão da depredação e da falta de higiene.

O vereador Antônio Franco dos Santos Bacana (PSB) apresentou requerimento questionando a Administração sobre a possibilidade de colocar placa de identificação de masculino e feminino, fixar o banner que faz a divisão entre os banheiros que se encontra solto e fazer a limpeza com mais frequência dos banheiros tendo em vista o mau cheiro que se encontram.    O edil apresentou foto aos presentes mostrando a situação do local.

“As crianças usam e precisa de uma divisão para separar meninos e meninas. Não tem nem torneira os banheiros. Realmente é uma coisa que não dá”, disse ele.

O vereador comentou que todos os finais de semana ele está no local, assim como muitas outras famílias garcenses, e as crianças dominam o lugar. A situação dos banheiros e do local, segundo ele, é insalubre para as crianças.

“Eu vou todo final de semana, tem muitas crianças lá. Na semana passada eu falei e eles foram e roçaram e limparam. Lá cai muita casas. As crianças brincam muito na terra é perigoso. É um lugar muito frequentado e deveriam olhar melhor. São crianças com idade de dois anos que não têm imunidade como de um adulto”, justificou ele.

Para o vereador o banheiro localizado no local “está lá apenas para dizer que está, mas era melhor não ter”.

Segundo ele, o mau cheiro é 500 vezes pior que o banheiro que havia no antigo prédio da Câmara (e que levou a tentativa de coibir o n.º 2), com a diferença de que é utilizado por crianças.

“A pessoa tem que ir lá e dar uma geral, melhorar a divisão. A privacidade é fundamental com relação aos filhos da gente, ainda mais um local que tem muita gente e não conhecemos ninguém. Tem uns quatro enforca-gatos soltos. São coisas simples de fazer. Muita gente reclama quando a gente está lá”, falou ele, frisando que é uma cobrança de toda a sociedade, mas quem realiza as obras de manutenção é o executivo. A função do vereador, disse ele, é fazer as cobranças e ao executivo compete a manutenção.

Reginaldo Parente (PTB) lembrou que os banheiros estão localizados num ponto turístico da cidade, num cartão de visitas e a melhoria é uma necessidade urgente, principalmente quando se trata de crianças. Segundo Parente, a qualidade daquilo que tem que ser oferecido tem que ser muito melhor.

FONTE : GARÇA ON LINE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *