Campanha Outubro Rosa movimenta unidades de saúde em Marília

Nesta semana, ações aconteceram no Jd Flamingo, Nova Marília e Dirceu

Mais frequente e mais mortal, entre as neoplasias que acometem mulheres, o câncer de mama está na alça de mira dos profisisonais de saúde e voluntáirios, especialmente neste mês. A campanha Outubro Rosa movimenta as unidades da rede básica de saúde de Marília.

Nesta sexta-feira (05), a USF (Unidade Saúde da Família) Dirceu atraiu a comunidade para o pátio à frente da unidade de saúde, local tradicional de eventos. Teve “roda de conversa” sobre saúde da mulher, nutrição, cuidados com as mamas, entre outros temas.

Na UBS (Unidade Básica de Saúde) Nova Marília, na zona sul, os pacientes receberam o cirurgão Léo Pastori, que atua no Com (Centro de Oncologia de Marília) e Associação Amigos do Com. O profisisonal fez uma apresentação do tema, com foco na prevenção e nos direitos das usuárias.

Encontro nessa semana, na USF Flamingo (zona oeste), foi marcado pela emoção, com a presença de pacientes e ex-pacientes, mulheres que venceram o câncer de mama ou estão superando a doença.

A enfermeira Fabiana Fernandes dos Santos, coordenadora da Atenção Básica no Programa ESF (Estratégia Saúde da Família), conta que as ações são intersetoriais, realizadas com parceiros como Nasf (Núcleo de Apoio a Saúde da Família), e as organizações que trabalham com a causa.

“É fundamental que as pessoas (indpendente de sexo) sejam melhor informadas sobre o câncer de mama. O diagnóstico precoce pode salvar vidas e essa mensagem precisa chegar a todos”, disse.

A enfermeira destaca que, durante a campanha, os profissionais reforçam a importância do autoexame, do exame clínico feito na unidade e do acesso (em caso suspeito) ao ambulatório de saúde mamária, para agilizar diagnóstico.

A secretária municipal da Saúde, Kátia Santana, particpou do encontro com usuárias do SUS em Dirceu. Ela destacou que, em 2018 (de janeiro a junho) foram realizados 359 atendimentos a mulheres que já haviam passado por médicos da rede e foram encaminhadas ao ambulatório especializado do município. Um caso de câncer foi confirmado e a paciente encaminhada para tratamento.

Para melhorar ainda mais a assistência, a Secretaria lançou um mutirão de mamografia específico a partir deste mês (fora o volume mensal já contratado). Dessa forma, serão mais 600 exames de mamografia até o final do ano.

“Não podemos ter medo. O diagnóstico precoce é fundamental. É preciso acompanhar, fazer os exames de forma progressiva, começando em casa. Da rede básica a atenção hospitalar, Marília tem uma rede de saúde qualificada para favorecer que vidas sejam salvas”, disse.

CAMINHADA

Marília terá no dia 27 de outubro (sábado) o ato público “Caminhada pela Vida – Outubro Rosa”, promovido pela Prefeitura de Marília, por meio das secretarias municipais da Saúde e da Cultura, com participação de instituições de saúde, ensino, associações, igrejas e comunidade em geral. Para participar, basta comparecer em grupo organizado ou individualmente, às 9h30, na praça Saturnino de Brito.

   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *