Cerejeiras Festival: evento começa hoje

Depois de muitas expectativas começa hoje mais uma edição do Cerejeiras Festival. O cantor sertanejo Loubett fará abertura do evento.

Visando à maior comodidade do público e proteção quanto à chuva, amenizando o frio e o sereno dos quatro dias e noites de inverno, o Cerejeiras Festival, a exemplo do ano passado, contará com uma área coberta de 4.000m², ligando a concha acústica, palco das atrações, à praça da alimentação.

Conforme divulgado, mais banheiros públicos foram colocados à disposição do público presente que também contará com fraldário para atender com mais conforto às famílias com crianças pequenas. Todos higienizados por uma equipe contratada pelo evento.

Mas se os organizadores pensaram na comodidade, o público vem para ver as estrelas da festa, os shows e a área de culinária que dá um espetáculo à parte no quesitos cores e sabores. São mais de 200 stands cobertos disponibilizados para a comercialização de comidas, bebidas, roupas, acessórios, artesanatos, paisagismo, peças de decoração e veículos.

“Em uma festa de resgate as tradições e cultura japonesa, não poderiam faltar os bazaristas para comercializar os mais variados artigos orientais, entre roupas, enfeites, acessórios e plantas ornamentais, como bonsai e orquídeas. Assim como toda a festa, a presença desses stands reportam os turistas a um pedacinho do Japão”, divulga a comissão organizadora.

O evento é organizado pelo Consebs Lago – Conselho de Segurança e Turismo de Garça – e por uma comissão organizadora composta integralmente por voluntários com total apoio da Prefeitura Municipal de Garça.

 

O começo de tudo

A sua história começou a ser escrita pelas mãos de um imigrante japonês. Seu Nelson Kosche Ichisato, denominado o “Pai das Cerejeiras”, nascido em Oshima, Yamagu-tiken, no Japão, vindo com a família para o Brasil ainda jovem.

Em suas melhores recordações da terra natal estavam as flores que em abril, início da primavera no Japão, desabrochavam e reuniam multidões nos parques para a contemplação da Sakura, a flor da cerejeira.

Assim como muitos descendentes japoneses, seu Nelson, durante anos, visitou a florada das cerejeiras em Campos do Jordão. Em 1979 ele resolveu trazer algumas mudas para Garça. Poucos acreditavam em seu sonho, mas ele recebeu um apoio importante do então prefeito da época, Francisco de Assis Bosquê. Assim, as primeiras 150 mudas foram plantadas ao redor do lago artificial de Garça.

Aos poucos e com o plantio de mais mudas, o Bosque da Cerejeira foi sendo formado por seu Nelson. Ao longo de décadas, assim que o sol raiava, era possível ver o pai cuidando de sua criação. Seu Nelson regava planta por planta e as defendeu. Com muito amor e a dedicação extraordinária do melhor pai que as nossas cerejeiras poderiam ter, hoje podemos contemplar a florada da Sakura uma vez ao ano em nosso município.

As milhares de pessoas que visitam a cidade durante a festa se rendem aos encantos da flor de cerejeira. Para recepcioná-las, preparamos o nosso melhor e, ao toque dos tambores japoneses, aos sabores ímpares da culinária oriental e a magia da dança nipônica, a cidade inteira as acolhe.

Seu Nelson foi nomeado o Presidente de Honra do Cerejeiras Festival.

FONTE : GARÇA ON LINE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *