Desfalcada, diretoria do Santos se reúne para discutir várias pautas

Desfalcado, o Comitê de Gestão do Santos se reunirá no fim da tarde desta segunda-feira, na Vila Belmiro, para discutir diversas pautas.

Há a expectativa de, no máximo, quatro presentes pessoalmente. O presidente José Carlos Peres e os gestores Pedro Doria e Estevam Juhas irão. Fabio Gaia deve participar por videoconferência. A dúvida é o vice-presidente Orlando Rollo, fora do grupo do comitê no Whatsapp.

Vale lembrar que quatro pediram renúncia – Andres Rueda, Hanie Issa, José Carlos de Oliveira e Urubatan Helou -, e o presidente Peres quer substitui-los com Anilton Luiz Perão, José Bruno Carbone, Matheus Del Corso Rodrigues e Paulo Schiff.

Como o colegiado não se reúne há três semanas, a conversa deve ser longa, com diversos assuntos administrativos (veja abaixo). Na terça, há a expectativa de um encontro de José Carlos Peres com o técnico Cuca e o executivo de futebol Renato.

Demissões

Os executivos Marcelo Frazão (marketing/comunicação), Ricardo Feijoo (administrativo/financeiro) e Rodrigo Gama Monteiro (jurídico) aprovaram 17 demissões, mas não formalizaram ainda. A ideia é discutir como fazer isso, já que alguns funcionários estão com licença médica, e pensar em novos cortes – o plano inicial era desligar cerca de 35.

Reforma na Vila Belmiro

O Santos precisa ajustar o estádio com algumas condições impostas pela CBF para a Série A do Campeonato Brasileiro. Não são fatores graves, mas requerem investimento, como iluminação e mudanças em comunicação visual.

Reforma no CT Meninos da Vila

O centro de treinamento para as categorias de base, no bairro Saboó, em Santos, passa por reforma. O Peixe precisa conversar com a Prefeitura pois também há obras na entrada da cidade. O Alvinegro pretende melhorar as condições para os garotos.

Planejamento e organograma

O Santos já pensa em 2019 e conta com a ajuda da Ernst & Young, empresa de consultoria contratada para auxiliar no processo de profissionalização no clube. A EY iniciou os trabalhos e fará uma série de recomendações nas próximas semanas para otimizar os departamentos e aumentar as receitas.

Orçamento

O Peixe pretende, desde já, desenhar os departamentos administrativos e configurar os relacionados ao futebol, com elenco profissional e categorias de base. O Alvinegro quer definir os orçamentos iniciais para a próxima temporada antes de pensar em contratações.

FONTE : A GAZETA ESPORTIVA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *