DJ David Morales é preso no Japão com ecstasy na bagagem de mão

O DJ americano David Morales foi preso no domingo (7) no aeroporto de Fukuoka por suspeita de contrabando de drogas, após uma mínima quantidade de ecstasy ter sido encontrada em seu poder, disseram a polícia e a mídia local.

Morales foi detido após um oficial da alfândega ter encontrado a droga indutora de euforia MDMA (metilenodioximetanfetamina), denominada popularmente como ecstasy, quando Morales desembarcou no aeroporto, vindo de Hong Kong, na tarde de sábado (6).

“Ele foi preso por violar a lei de controle de narcóticos e psicotrópicos”, disse um porta-voz da polícia à AFP.

Autoridades teriam encontrado cinco grânulos de MDMA – com peso de 0,3 grama – na bagagem de mão de Morales, de acordo com o jornal Asahi.

O jornal Sankei divulgou que o DJ de 56 anos negou as alegações dizendo: “Não é meu. Alguém deve ter tentado armar pra mim”.

Morales participaria de um evento no distrito de Shibuya em Tóquio no domingo, de acordo com a polícia. Ele aparentemente parou em Fukoka para se encontrar com pessoas envolvidas no evento.

David Morales foi uma figura influenciadora na cena da dança em Nova York durante os anos 1980 e 1990. Ele remixou e produziu lançamentos para artistas que incluíram Mariah Carey, Aretha Franklin, Michael Jackson e Janet Jackson, de acordo com seu site.

O DJ foi nomeado para seu primeiro Grammy Awards em 1996 como produtor para a música “Fantasy” de Mariah Carey. Dois anos depois, ele ganhou o Grammy para o “Remixer of the Year”.

O Japão tem leis antidrogas rigorosas onde mesmo a posse de quantidades mínimas pode levar a sentenças de prisão. A posse de ecstasy para uso recreativo, não importando o quão pequena seja a quantidade, implica uma sentença máxima de prisão de sete anos e o pagamento de uma multa no valor de três milhões de ienes.

Paul McCartney passou nove dias em uma prisão de Tóquio no ano de 1980 após ter sido pego no aeroporto com um pacote de maconha dentro de sua mala.

FONTE : PORTAL MIE

   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *