Homem é preso por abusar sexualmente de filha adotiva de 2 anos em Osaka

Um homem de 30 anos foi preso na última quarta-feira (6) sob suspeita de abusar sexualmente da filha adotiva de 2 anos que morreu em 2017, após ser agredida de forma violenta, divulgou a polícia de Osaka.
Takahiro Imanishi, no entanto, está negando as acusações, segundo os investigadores responsáveis pelo caso.
O homem já havia sido preso e indiciado por supostamente causar ferimentos fatais na criança em seu apartamento, no distrito de Higashiyodogawa, em Osaka. Ele foi solto posteriormente mediante o pagamento de fiança, informou o jornal Mainichi.
A polícia suspeita que o homem tenha abusado sexualmente da menina, além de causar ferimentos nela, em meados de dezembro de 2017. Ele também supostamente teria quebrado a perna esquerda da filha adotiva.
Exames realizados por vários médicos encontraram vestígios de abuso sexual na vítima, disse a polícia. A menina foi adotada pelo homem e pela esposa no mesmo mês em que os abusos começaram.
A criança foi levada às pressas para um hospital em 16 de dezembro de 2017 e morreu cerca de uma semana depois por causa de uma hemorragia subaracnóide aguda (ou sangramento ao redor do cérebro). A polícia primeiro prendeu o pai adotivo em novembro de 2018 por suspeita de assassinato.
A Promotoria Pública de Osaka indiciou o homem em dezembro passado e rebaixou a acusação de assassinato para lesão corporal seguida de morte.
A esposa de Imanishi não estava em casa quando os abusos e as agressões ocorreram, segundo o jornal.

FONTE : ALTERNATIVA ON LINE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *