Marília ultrapassa 2500 empresas abertas no ano. Saldo de empregos na gestão Daniel Alonso é de 2611

Somente em 20 meses da gestão atual foram 2.611 empregos, superando em 65% o saldo de empregos dos 48 meses da administração passada

 

O Município de Marília continua sendo destaque em toda a região e, de acordo com dados divulgados esta semana, o número de empresas abertas em 2018 é de 2.508, sendo 556 novas empresas e 1.952 MEIs (Microempreendedores Individuais).

Levando-se em conta com o mesmo período do ano passado (janeiro a setembro), o número representa um aumento de 55% em relação a 2017.

Com relação ao capital social destas empresas, o valor chega a R$ 49.282.572,00, um aumento de 72,09% em comparação com o mesmo período do ano passado. Levando-se em conta somente as MEIs, o aumento é de 17% em igual período de 2017.

Marília se destaca também no quadro de empregos, que é divulgado pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), sendo a única cidade que apresenta desde 2013 apenas um ano com saldo negativo; enquanto todas as demais cidades do quadro em anexo têm pelo menos quatro anos de saldo negativo neste período.

Somente em 20 meses da gestão atual, o saldo positivo é de 2.611 empregos, superando em 65% o saldo de empregos dos 48 meses da gestão anterior.

O secretário municipal do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Cássio Luiz Pinto Júnior (Cassinho), comemorou os números positivos do município, tanto no número de empresas abertas como no quadro geral de empregos.

“São números altamente positivos e precisam ser comemorados sim, pois comprovam que Marília continua sendo destino para empresas devido à logística, mão de obra qualificada, qualidade de vida, ambiente favorável para negócios e maior crescimento percentual do PIB (Produto Interno Bruto) no Estado de São Paulo em 2017. Além disso, é uma cidade multissetorial, com boas universidades, entidades e cursos técnicos preparadores de mão de obra, ensino público de qualidade, saúde bem administrada em relação à realidade de outras cidades. Estamos bem satisfeitos com os números positivos em plena crise econômica que o país atravessa”, disse Cassinho.

E Marília continua no radar dos investidores, com a possibilidade de instalação de uma grande rede varejista brasileira e um centro de distribuição de um parceiro comercial de uma multinacional do setor de alimentos. “Parabenizo o prefeito Daniel Alonso, que não mede esforços para Marília continuar crescendo e se desenvolvendo, gerando emprego e renda para a população”, afirmou Cassinho.

      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *