Prefeitura implanta Núcleo de Libras na Secretaria de Direitos Humanos

Núcleo consiste em uma central de atendimento ao público via Skype com um intérprete de plantão

A Prefeitura de Marília, em parceria com a Ceil (Central de Ensino e Interpretação de Libras), implantou recentemente o Núcleo de Libras (Língua Brasileira de Sinais), que funciona na Secretaria Municipal de Direitos Humanos, localizada na avenida Santo Antônio, 2.377, no prédio da antiga Plastimar.

O Núcleo de Libras proporciona acessibilidade e inclusão social para Marília, favorecendo este segmento da cidade que tanto necessita. Serão ministrados paralelamente cursos de Libras com intérpretes e capacitação para melhor atender à população.

Este Núcleo consiste em uma central de atendimento ao público via Skype, no horário de funcionamento da secretaria (segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h), com um intérprete de plantão (João Henrique Bonini do Nascimento).

“Trata-se de uma grande conquista para o município e para o segmento da pessoa com surdez, que facilitará a partir de agora o atendimento e acolhimento nas unidades de saúde e Ganha Tempo num primeiro momento e na sequência na rede de educação”, disse o secretário municipal de Direitos Humanos, Renato Augusto Micheletti.

PARCERIA

A Ceil atua na área de acessibilidade linguística no que tange à comunicação entre pessoas com surdez e ouvintes, bem como na formação continuada por meio de cursos de Libras em diversos níveis (básico, intermediário e avançado) e profissionais, tais como cursos voltados especificamente para as demandas atendidas nas diversas empresas e instituições públicas e privadas.

Com trabalho junto à Secretaria Municipal de Direitos Humanos de Marília, a Central atuará na inclusão e acessibilidade linguística aos surdos usuários da Libras e do SUS (Sistema Único de Saúde).

Desta forma, as unidades básicas de saúde, unidades de saúde da família, pronto atendimento da zona sul e Unidade de Pronto Atendimento da zona norte receberão os kits multimídia, compostos de webcam, fone, microfone e caixas de som, que serão instalados em cada unidade de saúde mencionada e ainda na unidade do Ganha Tempo. Assim, ao receber um membro da comunidade surda, basta realizar uma chamada de vídeo via Skype que o intérprete de Libras da Central fará a interlocução do diálogo.

Como projeto futuro, a Ceil contará com um número de telefonia móvel para atendimento de videochamadas via Whatsapp. Enquanto isto não ocorre, a Central disponibiliza um e-mail (centrallibrasmarilia@hotmail.com) para chamadas e também um número de celular (14-99644-2962) a fim de alguma necessidade urgente e fora dos horários mencionados.

     

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *