Presidente da Audi é preso na Alemanha em escândalo de fraude em testes de emissões

O presidente da montadora de carros de luxo Audi, do grupo Volkswagen, foi preso nesta segunda-feira, o represente de mais alto escalão do conglomerado a ser levado em custódia por causa do escândalo de fraude em testes de emissões poluentes.

Promotores de Munique afirmaram que Rupert Stadler foi preso por causa de temores de que ele possa dificultar investigações sobre a fraude. A prisão levou a Volkswagen a uma crise de liderança.

A notícia da prisão do executivo acontece em um momento em que o novo presidente-executivo do grupo, Herbert Diess, está tentando introduzir uma nova estrutura de liderança, que inclui Stadler, e acelerar a migração do conglomerado em direção dos veículos elétricos.

FONTE : REUTERS BRASIL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *