República Democrática do Congo declara fim da epidemia de ebola

O governo da República Democrática do Congo (RDC) declarou nesta terça-feira o fim da epidemia de ebola detectada em maio deste ano após o período protocolar de 42 dias sem novos contágios.

“Após a observação de 42 dias sem nenhum novo caso confirmado registrado, e segundo a regulamentação sanitária internacional, declaro a partir de hoje, 24 de julho do 2018, o fim da epidemia de ebola na província de Équateur”, anunciou o ministro da Saúde da RDC, Oly Ilunga.

Desde que a epidemia foi declarada, no dia 8 de maio, foi registrado um total de 38 casos confirmados, com 17 mortes.

Além disso, o Ministério afirmou que neste período foram contabilizados 54 casos totais (os 38 confirmados e outros 16 prováveis), dos quais 33 pessoas morreram (embora só 17 tenham sido comprovadamente por ebola até o momento) e 21 sobreviveram.

Este surto de ebola, detectado inicialmente nas zonas rurais de Bikoro e Iboko e que depois chegou a uma área urbana de Mbandaka, foi o nono na República Democrática do Congo desde que o vírus foi descoberto em 1976 no país, que então se chamava Zaire.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), uma das agências internacionais que apoiaram na contenção da epidemia, elogiou hoje o país por sua resposta e pediu que este sucesso se estenda ao combate de outras doenças na RDC.

“O surto foi contido graças aos incansáveis esforços das equipes locais, ao apoio dos parceiros, à generosidade dos doadores e à efetiva liderança do Ministério de Saúde”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em comunicado.

FONTE : EFE BRASIL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *