Secretaria da Cultura apresenta Espetáculo de Rua Romeu e Julieta na Feira Noturna Pôr do Sol

Espetáculo da Cia Talagadá de Teatro acontecerá nesta quinta-feira, dia 21, a partir das 20h, na avenida das Indústrias

A Secretaria Municipal da Cultura realiza nesta quinta-feira (21) o Espetáculo de Rua Romeu e Julieta, com a Cia Talagadá de Teatro, da cidade de Itapira. O evento é gratuito e acontecerá às 20h na Feira Noturna Pôr do Sol, na avenida das Indústrias.

O espetáculo Romeu e Julieta é uma forma da Cia. Talagadá, por meio do Teatro de Formas Animadas, falar de temas tão pertinentes ao momento em que vivemos como: violência, intolerância, preconceito e discriminação em diferentes níveis e situações, para os quais a arte se faz tão necessária, seja como um artifício de fuga, engajamento político e social, ou, apenas, um modo lúdico de vingar a vida.

Desse modo, buscou-se inspiração na vida e obra de Arthur Bispo do Rosário (1911 – 1989), negro, nordestino e pobre que foi diagnosticado como paranoico- esquizofrênico. Viveu a maior parte de sua vida internado num manicômio e sobreviveu tanto aos tratamentos invasivos da época quanto ao isolamento físico e moral ao qual era submetido.

Com seu fazer criativo, bordando, justapondo materiais e resignificando objetos, fez de sua loucura um modo de transcender sua existência num mundo paralelo, no qual, um dia também sonhou encenar Romeu e Julieta.

Tratando-se de uma obra para rua, imagens, situações e figuras que compõem esse espaço também serviram como peças fundamentais e norteadoras para a concepção estética do espetáculo que se utiliza de uma linguagem híbrida, coexistindo em mesmo nível de importância elementos do teatro, artes visuais, música e performance.

Assim, nessa interface do clássico de Shakespeare com o universo de Bispo do Rosário no espaço da Rua, propõem-se ao expectador além de uma experiência cômica, lúdica e onírica, também uma reflexão política e social, na qual, mais que compadecer do amor impossível dos protagonistas, pensar nas consequências dos atos que nós mesmos representamos, seja como “Capuletos” ou “Montéquios”.

SINOPSE

Em meio ao lixo, tralhas e tudo mais que é descartado pela sociedade, cinco moradores de rua tentam subverter essa situação por meio do universo lúdico, no qual, suas figuras grotescas interpretam a si mesmas, utilizando-se de objetos, instalações, assemblagens, música e performance para recontar, a seu modo, o clássico Romeu e Julieta de William Shakespeare, cujo fim trágico é de conhecimento de todos, porém, as metáforas dos fatos que antecedem seu desfecho podem ser uma grande surpresa.

SOBRE A CIA TALAGADÁ

A Cia Talagadá – Teatro de Formas Animadas surge no ano de 2011 na cidade de Itapira, que fica cerca de 170 km de distância da capital paulista, com a junção de três artistas itapirenses Danilo Lopes, João Bozzi e Valner Cintra que, depois de dez anos trabalhando com teatro de ator na extinta Cia. Teatral Pirandello sentiram a necessidade de deixar o trabalho amador para atuarem como uma companhia profissional.

Dessa forma, se inseriram no panorama nacional e até mesmo internacional por meio de festivais e da aprovação de projeto em leis de incentivo, como no final de 2012, agraciada com o edital prêmio ProAC – criação e circulação de espetáculos inéditos para cidades com menos de 500 mil habitantes, que resultou na produção e circulação do espetáculo “Cabeça Oca”, que se utiliza de diferentes técnicas do Teatro de Formas Animadas.

No entanto, apesar desse trabalho render muitos êxitos pelos palcos onde passam os integrantes da companhia, desde sua experiência com o espetáculo “Na Boca do Lixo”, A Cia Talagadá acredita que a rua é o local onde mais se realizam, não só como artistas, mas também como agentes sociais, os quais, pensando de tal maneira, iniciaram uma pesquisa em busca de outras referências na linguagem do Teatro de Formas Animadas destinado ao espaço Rua.

Então desenvolveram um projeto capaz de levar toda a possibilidade plástica e requinte expressivo do teatro de bonecos, realizada em palco italiano para a Rua, sem perder sua essência enquanto linguagem característica num composto híbrido, permeando também por essas outras linguagens.  Tal projeto intitula-se “Romeu e Julieta”. 

FICHA TÉCNICA

Texto: Adaptação da obra de William Shakespeare

Direção: Valner Cintra

Trilha Sonora Original: Luís Giovelli

Elenco: Danilo Lopes, Leonardo Alves (músico), Luan Freitas (músico), João Bozzi e Valner Cintra.

Cenografia/figurino: Valner Cintra

Confecção de cenografia e adereços: Cia. Talagadá

Produção: João Bozzi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *