Símbolos presidenciais da Bolívia são encontrados em igreja após denúncia

A medalha e a faixa presidencial da Bolívia, símbolos históricos do país que tinham sido roubados, foram recuperados nesta quarta-feira em uma igreja em La Paz, após uma denúncia anônima feita à polícia boliviana, informou uma fonte policial.

Um telefonema anônimo alertou que os objetos estavam em uma mochila no átrio da igreja de São Pedro, no centro da cidade, onde foram recuperados em perfeito estado, declarou aos veículos de imprensa o coronel Jhonny Aguilera, diretor da Força Especial de Luta Contra o Crime da polícia boliviana em La Paz.

Os objetos históricos foram roubados ontem à noite em El Alto, cidade vizinha a La Paz, e um militar que fazia a segurança no local foi detido, acusado de descumprir seus deveres.

O militar, um tenente do exército boliviano alocado no Palácio de Governo da Bolívia, disse à polícia que os símbolos estavam em uma mochila dentro de um automóvel que ele deixou estacionado ontem durante a noite na rua enquanto frequentava “vários bordéis” em El Alto.

O tenente estava encarregado de transferir em avião os símbolos para a cidade de Cochabamba, onde hoje o presidente da Bolívia, Evo Morales, os utilizaria durante os atos do Dia das Forças Armadas bolivianas.

O Ministério da Defesa da Bolívia confirmou em comunicado a detenção de um oficial e o início de uma investigação de comandantes militares, já que o exército é responsável por esses símbolos durante seu transporte para atos oficiais.

Segundo a Sociedade de Pesquisa Histórica de Potosí (Bolívia), a medalha foi dada ao libertador Simón Bolívar em 1825, por ocasião da independência da Bolívia, e “tem um valor monetário incalculável”, tanto pela quantidade de ouro e diamantes como por sua importância histórica.

FONTE : EFE BRASIL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *