20ª edição do Festival Zenki Sato reúne cerca de 280 atletas da categoria t-bol no Mie Nishi

No último final de semana, dias 12 e 13, foi realizado no estádio municipal Mie Nishi, em São Paulo, a 20ª edição do Festival Zenki Sato, o maior evento de beisebol e softbol – categoria T-Bol, de quatro a 10 anos. O Festival é uma parceria do SP Giants Beisebol e Softbol e da Secretaria Municipal de Esportes (Seme) – através do Estádio de Beisebol Mie Nishi – e tem como objetivo prestar uma homenagem a Zenki Sato, ex-jogador, ex-técnico e ex-administrador da tradicional agremiação.
O festival como nas edições anteriores, contou com cerca de 280 atletas de tradicionais agremiações de beisebol e softbol da Capital, como Giants, Gecebs, Cooper, Anhanguera e de outras cidades como Arujá, Mogi das Cruzes, Atibaia, Indaiatuba e São José dos Campos.

Batedor Anhanguera (divulgação)

Este ano, a novidade foi a parceria com o projeto Beisebol Solidário através da campanha “É de tirar o boné”, que visa beneficiar cerca de 400 crianças carentes com a doação de bonés. Uma das entidades beneficiadas, a ONG “Cearti” – Centro de Artes de Itapevi –, trouxe 30 crianças que tiveram a primeira vivência com o beisebol, além de 10 crianças da Apae, outra entidade beneficiada pela campanha.
Realizado sempre durante a semana da criança, todos os pequenos participantes ganharam medalhas e presentes. Aconteceu ainda sorteios de bicicletas e de outros brindes. Treinadores e professores também receberam presentes e mimos da organização.
A abertura realizada na manhã de sábado (12), contou com as presenças de autoridades como do vereador Aurelio Nomura, Carlos Tatsumi Mizukoshi, coordenador do Estadio Mie Nishi e de atletas conhecidos internacionalmente como Oscar Nakaoshi, que joga no Japão e Eric Pardinho, do Toronto Blue Jays entre outros. A parte musical foi abrilhantada pela Banda da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Houve ainda a apresentação de rádio taissô, a ginástica coreografada do Japão, feita pelos associados da Federação de Rádio Taissô do Brasil.
Após a abertura tiveram início as partidas entre as equipes, que prosseguiram durante todo o sábado (12) e também o domingo (13), quando ocorreu a apresentação de cães e de seus adestradores do Canil da Polícia Militar. “Aqui todos são ganhadores, pois no beisebol e softbol, como já disse o patrono Zenki Sato não são apenas esportes são ensinamentos, educação e disciplina, que o cidadão leva para toda a vida” afirmou Claudia Sato Seguchi, da organização.
Prova que o beisebol e o softbol têm a capacidade de reunir amigos e família foi a presença expressiva de pais, tios, avós e amigos que trabalhavam animadamente como colaboradores nas barracas de comidas e doces das agremiações participantes, instaladas ao lado das marquises do estádio. Muitos dos presentes entre pais e crianças já faziam planos para o próximo festival, previsto para o ano que vem.

FONTE : JORNAL NIPPAK( VIA OSMAR MAEDA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *