23% dos servidores públicos de Kanagawa já sofreram abuso de autoridade

O governo da província de Kanagawa realizou uma pesquisa com seus funcionários públicos e descobriu que cerca de 23% dos servidores já sofreram abuso de autoridade.

O governo decidiu realizar o levantamento depois que um funcionário cometeu suicídio e uma investigação revelou que ele sofria com abuso de autoridade do chefe. Por causa disto, a família entrou na justiça contra o governo e está exigindo o pagamento de indenização.

Segundo reportagem da emissora NHK, a pesquisa foi realizada com todos os 15 mil servidores da província. Cerca de 43% deles (6.320 pessoas) enviaram suas respostas. O foco ficou nos funcionários de repartições públicas e escolas da província. O efetivo policial não participou.

O resultado mostrou que 1 em cada 4 servidores sofreu algum abuso de autoridade nos últimos cinco anos. A maioria revelou que já sofreu abuso psicológico do chefe, como xingamentos, pedidos impossíveis de serem realizados. Em alguns casos, as pessoas foram excluídas ou ignoradas.

A enquete também perguntou se os servidores já agiram de forma abusiva com algum subordinado.

Apenas 7% das respostas foram afirmativas.

O setor administrativo da província recebeu o resultado com surpresa. “Vemos que há muito mais casos do que o imaginado e poucos trabalhadores com consciência sobre cometerem abusos com os subordinados. Vamos realizar a pesquisa anualmente e trabalhar na prevenção”, disse um porta-voz.

FONTE : ALTERNATIVA ON LINE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *