Abe Shinzo emite declaração de despedida do cargo

Ao deixar o cargo de primeiro-ministro do Japão, Abe Shinzo expressou sua gratidão à população japonesa em declaração emitida em meio à dissolução de seu gabinete nesta quarta-feira.

Refletindo sobre seus quase oito anos de mandato, Abe disse que fez todos os esforços possíveis para enfrentar os desafios tanto domésticos quanto internacionais ao longo de seu governo. Afirmou que algumas metas foram alcançadas, ao passo que outras, infelizmente, não.

Ele disse que fez o máximo possível na reconstrução da região nordeste de Tohoku após o megaterremoto seguido de tsunami de 2011 e os desastres nucleares subsequentes.

Abe também disse que trabalhou para conter a deflação que havia persistido por mais de duas décadas no país. Segundo ele, graças a sua política econômica de “três pilares”, conhecida como Abenomics – políticas monetária, fiscal e reforma estrutural – disse que obteve sucesso na criação de mais de 4 milhões de empregos.

Abre acrescentou que, tirando proveito deste crescimento, seu governo tornou creches mais acessíveis para famílias e também expandiu a educação gratuita no país.

Na frente diplomática e de segurança, Abe disse que promulgou uma legislação que permite que o país exerça parcialmente o direito de autodefesa coletiva, e que ajudou a fortalecer a aliança de segurança do Japão com seus parceiros.

Acrescentou que trabalhou em prol do estabelecimento de um Indo-Pacífico livre e aberto, por meio de sua política de contribuição proativa para a paz.

Também exultou seu papel essencial na expansão da esfera econômica com base no comércio livre e justo. Abe citou o Acordo de Parceria Transpacífica com a União Europeia, o novo tratado comercial entre os Estados Unidos e o Japão, entre outros.

Abe atribuiu essas conquistas aos eleitores japoneses, que, segundo ele, depositaram forte confiança em todas as eleições gerais que disputou. Ele agradeceu todas as pessoas que lhe ofereceram contínuo apoio mesmo nos momentos mais difíceis.

A declaração foi encerrada com um pedido de Abe para que a população japonesa ofereça forte apoio a seu sucessor e ao novo gabinete. Afirmou também que, na condição de parlamentar, continuará a apoiar a nova liderança do Japão e a trabalhar pelo futuro do país.

FONTE : NHK PORTUGUÊS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *