Após nove meses de espera, Jair ganha “10 clássico” com Jadson

O técnico Jair Ventura ficou desde o começo do ano pedindo a chegada de um camisa 10 para o seu Santos, time que tentava se moldar à saída de Lucas Lima e desempenhar um jogo criativo. Nove meses depois, já fora da Vila Belmiro, o treinador não escondeu a felicidade por encontrar no Corinthians o meia Jadson. Dono da numeração e das características sonhadas pelo agora comandante corintiano, o armador encantou o chefe na virada sobre o Sport, no domingo.

“Estamos buscando um camisa 10. Tem que ser o cara para ser titular absoluto. Enquanto não achamos, vamos buscar”, dizia Jair antes de deixar a Baixada e encontrar pela frente o ídolo alvinegro, que chegou ao 13º gol na temporada, assumindo a artilharia do ano no Timão, um tento acima de Romero.

“Ele é aquele 10 clássico, que está em extinção. O 10 da bola parada, do passe, você vê a facilidade que ele tem de achar os companheiros”, disse Jair, que já admitiu publicamente ter montado o esquema contra o Flamengo, no Rio de Janeiro, para dar liberdade a Jadson na hora de criar e puxar contra-ataques.

“Ele tem a facilidade do passe e da finalização, como no gol que fez, bola linda. Lógico que não vai ser decisivo em todos os jogos, mas importância é muito grande”, observou o treinador, colocando Jadson como peça fundamental na busca por uma colocação digna no Brasileiro e no sonho do título da Copa do Brasil.

Além de liderar a lista de artilheiros da temporada, Jadson também é quem deu mais assistências neste ano. Em contagem que só não foi aumentada porque Roger perdeu uma chance “claríssima” no primeiro tempo, nas palavras do próprio Jair, 11 passes do armador já resultaram em gols dos companheiros.

Em alta, o experiente meia e o restante do elenco terão um dia de folga nesta segunda e retomam o trabalho apenas na terça-feira, iniciando a preparação para encarar o Internacional. Oitavo colocado do Brasileiro, o Timão enfrenta o Colorado, possível líder da competição, às 16h (de Brasília) do domingo, em Itaquera.

FONTE : A GAZETA ESPORTIVA

   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *