Brasileiro e companheira presos, suspeito de tentar fraude no subsídio do governo

A Delegacia de Polícia de Minami informou na segunda-feira (29) que prendeu o brasileiro Juliano Haruo Suda (スダ・ジュリアノ・ハルオ), 41 anos, autônomo, e sua companheira japonesa Kaori Shimomura, 43, dona de cabeleireiro, residentes em Bakuro-machi, Chuo-ku, na cidade de Osaka (província homônima).

Suda é suspeito de tentar obter de forma fraudulenta o apoio financeiro de 500 mil ienes, destinados aos autônomos, que tiveram que parar de trabalhar durante o período de quarentena, no período da declaração de situação de emergência por causa da epidemia do novo coronavírus no Japão.

Segundo a polícia, ele é dono de um bar (izakaya) em Nishi Shinsaibashi, Minami, na capital de Osaka. No período de 7 de abril a 6 de maio, embora tenha dado expediente durante alguns dias até mais de 20h, o brasileiro teria dado entrada no pedido de apoio financeiro para receber 500 mil ienes, por volta de 20 de maio.

A companheira que teria preenchido o pedido para ser encaminhado ao governo da província está sendo ouvida.

Segundo a polícia este foi o primeiro caso de prisão envolvendo o apoio financeiro da quarentena para autônomos e empresas de pequeno e médio portes.

FONTE : PORTAL MIE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *