Brasileiro é preso por atentado ao pudor, pela segunda vez em Izumo

A polícia de Izumo (Shimane) anunciou na quinta-feira (29) a prisão do brasileiro Claudinei da Silva Horiuchi, 38 anos, residente em Hikawa-cho Minami, trabalhador como haken shain na cidade.

Publicidade

Sobre ele há suspeita de ato libidinoso, tendo tocado de forma forçosa na parte inferior do corpo de uma garota menor, de 13 anos, há 6 anos.

Nessa ocasião a denúncia foi feita pela escola onde a garota estudava. As investigações prosseguiam quando teve uma outra ocorrência.

Uma pedestre, na faixa dos 40 anos, com identidade preservada, fez uma denúncia de atentado ao pudor na calçada da cidade, em outubro. Ela estaria andando quando foi derrubada e ele teria tentado tocar seu corpo.

Foi preso e encaminhado para a promotoria por conta dessa suspeita. Durante a investigação, foi reindiciado porque a polícia suspeita que tenha sido ele o molestador do caso de 2012.

No entanto, durante o interrogatório, nega. “Não me lembro”, afirma.

FONTE : PORTAL MIE

   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *