Carteiro japonês esconde mais de 17 mil correspondências e alega “preguiça de entregar”

Um carteiro que servia nos correios do distrito Seya em Yokohama (Kanagawa) foi demitido por justa causa depois que a organização descobriu que ele estava escondendo as correspondências que deveria entregar em casa.

Segundo reportagem do jornal Kanagawa Shinbum, ele foi demitido em novembro do ano passado e na época, os correios relataram que o homem havia escondido cerca 3.600 correspondências em casa.

Após uma investigação realizada dentro da empresa, os correios descobriram que o número de correspondências que não foram entregues passou de 17.900. O funcionário, na faixa de 60 anos, trabalhava nos correios desde 2003.

O caso foi denunciado para a polícia e ele deve responder processo judicial por infração a lei dos correios. A reportagem informou que o homem confirmou a acusação de ter escondido as cartas e alegou que tinha preguiça de entregar.
Mais detalhes estão sendo investigados.

FONTE : ALTERNATIVA ON LINE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *