Cinco dos cidadãos que voltaram de Wuhan no voo fretado pelo governo japonês são internados

Dos 206 primeiros japoneses trazidos de volta de Wuhan, China, pelo governo japonês, em voo charter da ANA-All Nippon Airways, às 8h40 de quarta-feira (29), 140 decidiram não voltar para casa e foram direto para o hospital fazer exames. 

Mas, 5 deles, na faixa dos 30 aos 50 anos, de ambos os sexos, apresentam sintomas de febre e tosse. Foram levados de ambulância, do Aeroporto Internacional de Haneda, para o hospital de Ota-ku, em Tóquio, para examinar se estão com o temido novo coronavírus. 

Segundo fontes do governo mesmo aqueles que não apresentam nenhum sintoma passarão por exame no Centro Nacional de Saúde e Medicina Global em Shinjuku, em Tóquio, por medida de segurança.

Máscaras e spray de álcool foram disponibilizados para os que retornaram, antes mesmo de passarem pela alfândega. 

3 opções para os evacuados da China

O governo deu orientação para os retornados em relação à essa medida. 

&nbspCinco dos cidadãos que voltaram de Wuhan no voo fretado pelo governo japonês são internados
Ônibus com os japoneses evacuados sendo levados para o Centro Nacional de Saúde e Medicina Global em Shinjuku (ANN)
  1. Aos que residem em Tóquio e imediações, foram transportados de ônibus até a estação mais próxima da moradia. Pede que evitem de sair de casa
  2. A mesma instrução foi dada, de evitar sair, para aqueles que alguém da empresa ou da família foi buscar de carro, com a condição de não fazer nenhuma parada no trajeto 
  3. O governo providenciou ônibus com destino ao Centro Nacional de Saúde e Medicina Global, em Shinjuku, para quem quiser fazer exame. Também disponibilizou ônibus para levá-los a um hotel em Katsuura (Chiba), de onde se pede para evitar sair 

Um dos evacuados de Wuhan disse para a reportagem da ANN “estou preocupado com os demais japoneses que ainda estão lá”. 

Além do Japão soube-se que os governos dos Estados Unidos e Austrália também irão providenciar aviões fretados para a evacuação de seus cidadãos da província de Hubei. A Austrália tem cerca de 600 pessoas na província e a prioridade é das crianças e idosos. 

FONTE : PORTAL MIE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *