Colômbia expulsa 15 venezuelanos por incidentes em acampamento humanitário

O governo da Colômbia decidiu nesta terça-feira expulsar do país 15 venezuelanos que protagonizaram uma série de incidentes em um acampamento humanitário montado em Bogotá.

O Migração Colômbia explicou à Agência Efe que 13 dos venezuelanos serão levados até Cúcuta, capital do departamento de Norte de Santander, na fronteira com a Venezuela. De lá, eles serão escoltados até serem entregues às autoridades do país vizinho.

Os outros dois, considerados mais “perigosos”, serão enviados de avião até Cúcuta. Depois, seguirão o caminho com o resto do grupo.

Os 15 venezuelanos serão entregues aos fiscais migratórios da Venezuela na ponta internacional Simón Bolívar, que liga Cúcuta com San Antonio del Táchira. Como se trata de uma expulsão, explicou a Migração Colômbia, os imigrantes não podem recorrer da decisão.

Os expulsos fazem de um grupo de mais de 400 venezuelanos que, na semana passada, foram realocados em um acampamento em Bogotá. No entanto, parte deles provocou uma série de incidentes no local, saqueando armários, entrando em confronto com a polícia e até agredindo os moradores da região.

Os imigrantes protestavam contra a má qualidade da comida fornecida pelo governo colombiano. Segundo eles, alguns alimentos estavam vencidos.

O diretor do Migração Colômbia, Christian Krüger Sarmiento, disse ontem que a ideia do acampamento era melhorar as condições de vida dos venezuelanos e ajudar que eles recuperem a dignidade.

No entanto, Sarmiento foi firme ao responder aos incidentes provocados pelos descontentes. “Estão muito equivocados se acham que vamos permitir comportamentos que ponham em risco a integridade da população colombiana e das pessoas que estão no acampamento”, avisou.

FONTE : EFE BRASIL

  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *