Com três gols de CR7, Portugal segura pressão e empata com a Espanha na estreia da Copa

RESUMÃO

  • O JOGO
    Portugal x Espanha

    Portugal x Espanha (Foto: REUTERS/Francois Lenoir)

    No duelo entre o individual e o coletivo, deu empate. Portugal e Espanha ficaram no 3 a 3 na tarde desta sexta-feira, na estreia das seleções na Copa 2018, e foram responsáveis por um momento histórico no Estádio Olímpico de Sochi. De um lado, a genialidade de Cristiano Ronaldo, que marcou três vezes e mostrou o motivo de ser considerado o melhor do mundo pela Fifa. Do outro, o domínio espanhol coroado com uma bela participação de Diego Costa.

    RECORDE PARA CR7

    Cristiano Ronaldo

    Cristiano Ronaldo (Foto: Hannah McKay/REUTERS)

    Maior artilheiro da história de Portugal, com 84 gols, Cristiano Ronaldo se iguala a Ferenc Puskás, goleador máximo da Hungria e segundo na lista geral de artilheiros de todas as seleções. O primeiro é Ali Daei, do Irã, com 109 bolas na rede.

     DUELO CHEIO DE EXPECTATIVAS

    Muito aguardado desde o sorteio da Copa, o clássico ganhou ainda mais destaque após a demissão do técnico espanhol Julen Lopetegui três dias antes da estreia. O motivo foi o anúncio do Real Madrid de que ele seria o comandante merengue após a competição. O fato não foi bem recebido por Luis Rubiales, presidente da Federação Espanhola, que rescindiu o contrato do ex-comandante já na Rússia e anunciou Fernando Hierro. Por isso, todos queriam saber como a Espanha entraria em campo para enfrentar Portugal de CR7.

     COMO FICA?

    Com o resultado, Espanha e Portugal ficam em segundo lugar no Grupo B. O Irã, que venceu Marrocos por 1 a 0 nesta mesma sexta-feira, lidera com três pontos.

     PORTUGAL FAZ NO INÍCIO

    Logo aos três minutos, Cristiano Ronaldo invadiu a área e foi derrubado. O árbitro italiano Gianluca Rocchi marcou pênalti. Os jogadores espanhóis reclamaram bastante, mas ele ignorou. O melhor do mundo foi para a cobrança e fez. Tudo o que Portugal precisava!

    Após o lance, como era esperado, a Espanha dominou o jogo e mostrou o quanto é melhor tecnicamente em relação ao rival. Por isso, Portugal recuou, apostou nos contra-ataques e levou pressão. Aos 23, sofreu o gol. Diego Costa recebeu lançamento, ganhou no corpo de Pepe, passou por outro zagueiro e bateu no canto. Golaço!

    A Espanha quase virou com um chute de Isco de fora da área aos 26. A bola bateu no travessão e desceu, mas não entrou . O time continuou melhor, mas voltou a ser supreendido no fim. CR7 recebeu passe de Guedes na entrada da área e bateu rasteiro. De Gea falhou e levou o segundo gol do craque português no clássico

    VIRADA ESPANHOLA E ESTRELA DE CR7

    Diego Costa

    Diego Costa (Foto: REUTERS/Murad Sezer)

    Assim como no primeiro tempo, o segundo foi muito bom. A Espanha voltou dominando a posse de bola e as iniciativas do jogo. Tanto que conseguiu a virada. Aos nove, Diego Costa aproveitou passe de Busquets e empatou. Três minutos depois, Nacho arriscou de fora da área e desempatou. Balde de água fria em Portugal, que lutava e apostava na estrela de CR7. E ele não desapontou! Aos 42, o português foi derrubado na entrada da área. Na cobrança da falta e , consequentemente, na última chance que tinha, colocou a bola no ângulo e empatou tudo.

     PRÓXIMA RODADA

    Na próxima rodada, Portugal enfrentará a seleção de Marrocos, na quarta-feira, às 9h (de Brasília), no Estádio Olímpico Lujniki. No mesmo dia, mas às 15h, a Espanha pega o Irã, na Arena Kazan.

    FONTE : G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *