COMBATE À PANDEMIA Comitê de Marília decide intensificar a fiscalização, ampliar testagem e descarta lockdown momentaneamente

Foi a 28ª reunião do comitê e contou com a participação de representantes das classes médica e econômica

O Comitê de Enfrentamento à Covid-19 em Marília reuniu-se pela 28ª vez na tarde desta quarta-feira, dia 16 de junho, por videoconferência transmitida do auditório da Prefeitura (2º andar do Paço Municipal), fazendo deliberações importantes no combate à pandemia no município.

Entre as deliberações dos membros do comitê, que reúne representantes de toda a classe médica e econômica, destacam-se a intensificação da fiscalização para evitar aglomerações; aumentar o rigor nas punições aos estabelecimentos comerciais e outros setores que não estiveram cumprindo as medidas sanitárias; ampliar a testagem da população para detectar casos positivos o mais breve possível e já iniciar o tratamento dessas pessoas.

Já a possibilidade de se fazer um lockdown na cidade foi descartada momentaneamente pelos membros do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, sendo que o cenário da pandemia será reavaliado pelos membros do comitê nas próximas semanas.

O encontro contou com as presenças do prefeito Daniel Alonso; dos vereadores Marcos Rezende (presidente da Câmara), Elio Ajeka e Vânia Ramos; dos secretários municipais Cássio Luiz Pinto Júnior (Saúde), Coronel Marcos Boldrin (Administração), Wilson Damasceno (Direitos Humanos) e Márcio Augusto Spósito (Chefe de Gabinete); chefe da Vigilância Epidemiológica, enfermeira Alessandra Arrigoni; supervisor da Vigilância Sanitária, Luciano Rocha Villela; e diretora de Serviços Administrativos da Secretaria da Saúde, Edinalva Neves Nascimento; além da médica Dra. Débora, do PA (Pronto Atendimento) Sul.

Por videoconferência participaram representantes dos hospitais ABHU, Santa Casa, HC (Hospital de Clínicas) e Maternidade Gota de Leite; da Diretoria Regional de Saúde; da Acim; dos shoppings centers; do transporte coletivo; da Unimar; da Polícia Militar; do Corpo de Bombeiros; do Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares; e da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Norte; entre outros.

Os membros do Comitê elogiaram a vacinação em Marília, que está à frente da grande maioria dos municípios paulistas, com a imunização das pessoas com 45 anos e mais.
O prefeito Daniel Alonso considerou a 28ª Reunião do Comitê bastante produtiva. “Foi um encontro bastante positivo, pois pudemos fazer algumas deliberações importantes, como principalmente a intensificação da fiscalização para coibir ainda com mais rigor os abusos cometidos pelos estabelecimentos comerciais e também pela própria população. Estamos satisfeitos com o ritmo de vacinação da nossa cidade, pois isso sim vai trazer um resultado positivo em breve, com a redução da ocupação de leitos e também da propagação desse vírus. O momento da pandemia é complicado em todo o país, mas Marília está fazendo a sua parte, que é procurar imunizar a população o mais breve possível. Enquanto isso não acontece, os cuidados precisam ser redobrados e, além do uso de máscaras e de álcool em gel, é fundamental mantermos o distanciamento social e evitar aglomerações. A nossa fiscalização vai agir com rigor e não permitir, em hipótese alguma, os abusos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *