Comércio fica aberto amanhã até às 16 horas

O mês de janeiro, para alegria de muitos, chega ao seu final e amanhã, dia 1.º de fevereiro, primeiro sábado do mês, o comércio de Garça ficará aberto até às 16 horas. Muitos consumidores ainda estão às voltas com as contas do mês de janeiro e poucos pensam em se “aventurar” em novos gastos. No entanto, por ser um período de pagamento de contas, a expectativa é que o comércio seja movimento neste sábado.

“Infelizmente todo início de ano temos essa preocupação. No mês de janeiro é o momento em que muitos estão preocupados com os excessos cometidos no final de ano, como também com as contas que rotineiramente são cobradas neste período. No mês de fevereiro nossa preocupação continua. É um mês curto, marcado por dias sem movimento em razão do carnaval. É comum levantarmos alguns dados e previsões sobre a economia, sempre depois do carnaval. É quando dizemos que, realmente, o ano começa para o comerciante”, falou o presidente da Associação Comercial e Industrial de Garça – Acig – João Francisco Galhardo.

O gerente Fábio Dias as expectativas para o movimento neste final de semana se embasam, ainda nas compras de material escolar, como também no pagamento de boletos e na vinda de moradores da zona rural.

Segundo ele, com o horário estendido o objetivo é atender a demanda dos consumidores. Assim o consumidor de Garça e região terá mais tempo para fazer suas compras, pagar seus boletos e passear pelo centro comercial.

Seguindo um cronograma pré-estabelecido, os primeiros e segundos sábados do mês, o comércio da cidade fica com as portas abertas até mais tarde com o objetivo de oferecer mais comodidade e flexibilidade de horários para quem irá às compras. É o momento em que várias categorias trabalhistas recebem os salários e também o período em que vence a maioria dos boletos.

Mais uma vez Dias comentou que amanhã os motoristas devem apresentar as queixas rotineiras no que diz respeito às vagas para estacionamento.

“Sempre temos esse tipo de problema. A equipe da Zona Azul trabalha até o meio dia, mas as vagas se tornam insuficientes. O que frisamos é que as pessoas, os motoristas, apesar de toda dificuldade para conseguir uma vaga, respeitem as vagas especiais, não estacionem em locais proibidos. Isso pode evitar problemas futuros, como as multas que ninguém gosta e os pontos na carteira”, falou ele.

Garça, como comentou o gerente, é uma referência para vários municípios da região, como também para moradores da zona rural. 

FONTE : GARÇA ON LINE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *