Comissão dá sinal verde para afastamento do Prefeito Ricardo

A Comissão Processante do primeiro pedido de impeachment contra o prefeito Ricardo Raymundo votou, em maioria, a favor do afastamento do chefe do executivo. 

A CP, constituída pelos vereadores Amauri Mortágua (presidente); capitão Neves (membro) e Charles dos Passos (relator), decidiu dar andamento na denúncia por 2 votos a 1. Votou contrário ao processo, o vereador capitão Neves. 

Agora, o parecer do relator será apreciado pelo plenário da Câmara Municipal, que, em Sessão Especial, fará o julgamento final do caso, decidindo os rumos que deverão ser tomados no município. 

Parecer 

Confira o parecer da comissão a que o Tupacity.com teve acesso: 

Com base na complexidade do objeto da denúncia, que ensejou robusta defesa, a Comissão opinou, pela maioria de seus membros, pelo prosseguimento da denúncia, avaliando ser necessária a instrução do procedimento, para gerar condições de melhor avaliação desta Comissão, como também do Plenário da Câmara Municipal, objetivando o acerto das decisões que devem ser tomadas no âmbito do procedimento, incluindo, a seu termo, a Sessão Especial da Câmara Municipal que fará o julgamento final. Mencionada decisão, pelo indeferimento dos pedidos preliminares e consequentemente pelo PROSSEGUIMENTO DA DENÚNCIA, se operou nos termos do disposto no Inciso III, do Art. 59, do DL 201/67 e disposições semelhantes contidas no Inciso III, do Art. 106-B, do Regimento Interno da Câmara Municipal de Tupã. 


Denúncia

denúncia foi feita pelo tupãense Pena Casto, alega ineficiência do atual governo e exemplifica pontos que poderiam justificar a abertura do processo de cassação, como os cargos comissionados; infestação de animais peçonhentos e de casos dengue; aquisição de 504 câmeras de segurança; falta de AVCB em prédios públicos; irregularidades nas Residências Terapêuticas; o estado das ruas do município; falta de macrodrenagem e aquisição de computadores destinados à Secretaria Municipal de Educação. 

O prefeito Ricardo Raymundo ainda poderá apresentar ao plenário, defesa das acusações.

FONTE : TUPÃ CITY

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *