Conferência Municipal de Saúde tem quase 100 propostas; evento começa sexta

Capacitação nesta segunda-feira (19) reuniu facilitadores que irão atuar dentro das salas temáticas

 

Cerca de 100 propostas, colhidas durante as Pré-Conferências de Saúde realizadas por região da cidade, serão analisadas durante a Conferência Municipal de Saúde de Marília, que acontece nesta sexta-feira e sábado (23 e 24). É a oportunidade para representantes de entidades, trabalhadores de saúde, gestores e população em geral participar da melhoria do SUS (Sistema Único de Saúde). O encontro será na Fundação Univem.

Na manhã desta segunda-feira (19), na sede da Secretaria Municipal da Saúde, foi realizado um encontro de capacitação que reuniu os facilitadores. São pessoas de diversas áreas que estarão nas salas, no sábado, onde acontecerão as discussões.

As propostas estão relacionadas a serviços do próprio município e também a serviços sob gestão estadual, ofertados, por exemplo, no Complexo Famema. Há ainda demandas transversais com áreas como Meio Ambiente, Mobilidade, Educação, Justiça e Cidadania.

Uma das grandes preocupações atuais, de acordo com a secretária municipal Kátia Santana, é com o financiamento do SUS. “Observamos que grande parte das demandas da população tem alguma relação com a disponibilidade de recursos. Por isso é fundamental que possamos discutir o modelo de saúde e suas garantias, com foco no fortalecimento do sistema de saúde”, disse a gestora.

POPULAÇÃO FALA

A convocação é do Comus (Conselho Municipal de Saúde), órgão formado por lideranças populares, entidades de classes da Saúde, associações de pacientes, entidades e instituições que prestam serviços na área.

A fonoaudióloga Andréa Carla Paúra Martins, que faz parte da Comissão Organizadora, explica que a Conferência Municipal da Saúde acontece em intervalos de até quatro anos e segue um regimento para que toda a sociedade possa ser representada.

O tema desse ano é “Saúde e Democracia: Saúde como Direito, Consolidação e Financiamento do SUS”. A mesma discussão está sendo feita em todo o país, nos municípios e estados.

“Estamos mobilizados desde o mês passado, quando foram feitas as pré-conferências, e teremos nesta sexta e sábado a conclusão dessa etapa municipal. As propostas aprovadas serão encaminhadas para a etapa estadual, que por sua vez aprova as propostas para a Conferência nacional”, explica.

A expectativa em todo o país é que os governos cumpram a legislação e considerem os relatórios das conferências para elaborar as diretrizes do Plano Plurianual (PPA) e dos Planos Municipais, Estaduais e Nacional de Saúde.

SERVIÇO

Para participar basta comparecer e fazer a inscrição no local. A abertura da Conferência será às 19h de sexta-feira (dia 23), no auditório Shinji Nishimura (Centro Universitário Univem), com entrada pela lateral (rua Adão Stropa).

No sábado (24), a programação começa às 8h. Haverá transporte gratuito fornecido pela Prefeitura, saindo de várias regiões da cidade para usuários que procurarem as USFs e UBSs com antecedência.

Mais informações podem ser obtidas nas unidades de saúde do município ou pelo telefone (14) 3402-6500.

  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *