Deputado Castello Branco, o ‘navyseal’ brasileiro.

Sabe aqueles filmes americanos onde o Stallone ou Dwayne Johnson atira, pilota helicóptero, nada troca tiros com narco-terroristas, se fere gravemente e salva o presidente no fim? Agora na onda dos estreantes na Assembléia Paulista temos um bem parecido; o Deputado e capitão da reserva, Castello Branco.

Egresso da mesma escola que forma nossa elite militar, a Academia de Agulhas Negras, a mesma por onde passou o presidente Jair Bolsonaro, o deputado ainda traz um sobrenome de peso. Sim, o Marechal e ex-presidente da republica, Humberto Castelo Branco é tio-avô do deputado. Nadador, recordista em mar aberto,  aos 15 anos tornou-se o mais jovem piloto do Brasil à época (final dos anos 70).

Serviu em missões especiais na perigosa fronteira Brasil-Colômbia onde chegou a ser ferido em combate contra a organização Narco-terrorista, aFARCs, que barbarizava no país vizinho, Colômbia e que tinha conexões no Brasil.

Foi observador da ONU na Guerra dos Balcãs, na Bósnia. Em mais uma dessasmissões de alto risco na Amazônia, sofreu um acidente de helicóptero que quase o deixou tetraplégico. Esse incidente o levou prematuramente para reserva em 1996.

Com esse currículo impar, se elegeu deputado estadual pelo PSL, em 2018 com 39.000 votos, sendo que 131 deles em Marília. Sabe aquela imagem do velho deputado sedentário, de cabelo pintado e sem nenhum compromisso ético? Pois é, esse tempo passou….

Eduardo Negrão : é jornalista e escritor paulistano, radicado em Marília. Autor de ‘Terrorismo global’ pela Ed. Scortecci. Insta: @prof.eduardonegrao.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *