DIA DO FOLCLORE É COMEMORADO NA EMEF PROF. ANTÔNIO RIBEIRO

A Prefeitura de Marília, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e de Limpeza Pública, em conjunto com a Secretaria Municipal da Cultura, realizou nesta quarta-feira (22) a comemoração do “Dia do Folclore”.

Participaram do evento 234 crianças da Emef “Professor Antônio Ribeiro”, sendo divididas em duas turmas, com a participação de 115 alunos no período da manhã e 119 alunos no período da tarde.

Durante o evento, as crianças receberam palestras abordando o tema comemorado, onde foram informadas sobre a importância da data, desde sua definição oficial, até a explicação das lendas e mitos, e sua importância cultural para as diversas regiões do país.

Após a palestra, assistiram filmes infantis relacionados ao assunto, com linguagem simples e de fácil entendimento, abordando individualmente cada personagem folclórico, como o Saci Pererê, o Boitatá, a Iara, o Lobisomem, a Mula Sem Cabeça e o Boto, por exemplo.

Segundo o secretário municipal do Meio Ambiente e de Limpeza Pública, Vanderlei Dolce, “a data foi escolhida para resgatar o folclore nacional, que há tempos vem sofrendo influência do halloween, descaracterizando a cultura brasileira. Dessa forma, envolvemos nossas crianças apenas com temas nacionais, fazendo-as entenderem a diversidade cultural de cada região do nosso país.”

Além dos personagens popularmente conhecidos, as crianças receberam, também, a explicação de outras tradições que constituem o folclore brasileiro, como o trava-línguas, os ditados populares, as parlendas e as adivinhas, com brincadeiras do “o que é, o que é?”

“Foi uma parceria entre as secretarias da Cultura e do Meio Ambiente e de Limpeza Pública. A assessora da secretaria da cultura, Edmeire de Souza, e o assessor do Meio Ambiente, Armando Tegana, realizaram as palestras, e a Divisão do Meio Ambiente, através de seus fiscais, participou com a passagem dos filmes temáticos, o que colaborou muito para o sucesso do evento”, afirmou Vanderlei Dolce.

“Podemos definir o folclore como um conjunto de mitos e lendas que as pessoas passam de geração para geração. Muitos nascem da pura imaginação das pessoas, principalmente dos moradores das regiões do interior do Brasil. Muitas destas histórias foram criadas para passar mensagens importantes ou apenas para assustar as pessoas. O folclore pode ser dividido em lendas e mitos. Muitos deles deram origem às festas populares, que ocorrem pelos quatro cantos do país”, informou Maria Fátima da Silva Alteia, organizadora do evento.

Após a comemoração, as crianças aproveitaram a oportunidade para caminharem pelo Bosque Municipal, observando a mata e os animais, promovendo a educação ambiental entre os alunos através da interação direta do contato com a natureza, supervisionados pela engenheira florestal Priscila Gabriela da Silva Duarte.

O Centro de Educação Ambiental está à disposição para agendamentos de palestras e datas comemorativas, e aberto ao público para visitação de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h. Mais informações pelo telefone 3454-3400.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *