Em mais um dia histórico, Prefeito de Marília aciona bombas da ETE do Barbosa e assina ordem de serviço da bacia do Palmital

Cerimônia contou com a presença de diversas autoridades municipais, empresários e lideres comunitários, além de representantes da Caixa

Assim como havia acontecido em 7 de junho, com o início da operação em caráter experimental da bacia do Pombo, a cidade de Marília teve mais um dia histórico na manhã desta terça-feira, dia 17 de dezembro, quando o prefeito Daniel Alonso acionou as bombas da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) da bacia do Barbosa e assinou a ordem de serviço para o início das obras da ETE da bacia do Palmital.

A cerimônia contou com a presença de diversas autoridades municipais, empresários e líderes comunitários, além de representantes da Caixa. Estavam presentes o prefeito Daniel Alonso; os vereadores Marcos Rezende (presidente da Câmara), Cícero do Ceasa, Evandro Galete e João do Bar; além de Marcos D´Ávila, representando a vereadora Profª. Daniela; Marcelo de Macedo (presidente do Daem) e praticamente todos os secretários municipais; e toda diretoria da Replan Saneamento e Obras, empresa mariliense e responsável pela execução da obra.

Destaque também para as presenças de José Carlos de Souza Bastos, o Beca, ex-presidente do Daem; Dennis Emanuel de Araújo (diretor do DAEE), Aloísio de Barros Fagundes (Infra Engenharia); José Geraldo Garla (Marilan); Adriano Ávila (Acinco Incorporadora), Mário Herrera (presidente do Sindicato dos Comerciários de Marília); Laerte Rojo Rosseto (arquiteto e urbanista), Guilherme Ferraz (supervisor de área de governo da Caixa) e Carlos Traballi (gerente geral da Caixa – agência Marília).

Marcaram presenças ainda os líderes comunitários Amauri Gonzaga (zona sul), Hélio Bissoli (zona sul) e Ricardo Montestrela (Associação Montestrela); José Paulino (presidente do Sindimmar), Hildebrando de Azevedo (Matra) e Carlos Alberto Prazeres (Matra), entre outros.

O prefeito Daniel Alonso disse que o momento é histórico para toda a cidade de Marília. “Hoje com o acionamento das bombas aqui do Barbosa, vamos ter praticamente 70% do esgoto tratado. E tenho certeza que até o mês de setembro a Replan irá entregar também a bacia do Palmital, cuja ordem de serviço assinamos nesta terça-feira. Desta forma, Marília terá 100% do seu esgoto tratado, o que trará muito mais saúde e qualidade de vida para a nossa população. Agradeço à família Pavarini pelo empenho e dedicação de toda equipe da Replan. É um divisor de águas para nossa cidade e tenho certeza que é a maior obra da história de Marília. Só tenho que agradecer a todos que colaboraram para que essa obra, que tinha sido abandonada por administrações passadas, se tornasse realidade em nossa gestão. Hoje Marília pode comemorar que a chamada obra do século é realidade em nossa cidade.”

O sócio-proprietário da Replan, Reinaldo Pavarini, afirmou que estava vivendo um dia especial. “Hoje é um dia especial para a administração do prefeito Daniel Alonso, para nós da Replan e para toda a cidade de Marília. Para a Replan é um privilégio fazer esta obra, considerada fundamental para nossa cidade. O Brasil é um país carente de saneamento e Marília hoje está à frente de milhares de municípios. Parabenizo o prefeito Daniel pela coragem e determinação por retomar e concluir essa obra. Agradeço a todos e à equipe de Replan pelo empenho durante a realização da obra.”

O presidente da Câmara, Marcos Rezende, destacou a importância da obra. “O prefeito Daniel e o Pavarini foram fundamentais para que a obra do século se tornasse realidade em Marília. O prefeito teve a intuição e a coragem de fazer a obra, enquanto o Pavarini foi quem garantiu a realização. Toda a equipe da Prefeitura converge para o mesmo objetivo e a Câmara, apesar de ser um poder independente, apoia os bons projetos e está colaborando para a reconstrução da nossa cidade.”

Aloísio de Barros Fagundes, da Infra Engenharia, que foi o autor do projeto da obra do esgoto em 1994, sentiu-se emocionado ao ver a ETE do Barbosa finalizada. “Para mim é emocionante estar nesse evento. O grande objetivo do engenheiro é servir a população e é uma raridade ver uma obra que ele planejou ser entregue. Parabenizo o prefeito Daniel Alonso que está concluindo uma obra que havia sido projetada há mais de 25 anos.”

OBRA

A bacia do Barbosa é a segunda das três bacias a ter as obras finalizadas pela gestão do prefeito Daniel Alonso – a primeira foi a ETE da bacia do Pombo, que tem capacidade de tratamento de 209 litros de esgoto por segundo e está na fase final de operação experimental, atendendo uma população de 47 mil habitantes da zona oeste e parte da zona norte.

Já a bacia do Barbosa, apresentada oficialmente nesta terça-feira, atenderá 85 mil habitantes da zona sul e região central da cidade, com capacidade de tratamento de 416 litros de esgoto por segundo.

E a bacia do Palmital, cuja ordem de serviço foi assinada também nessa cerimônia, vai atender uma população de 109 mil habitantes das zonas norte e leste, com capacidade de tratamento de 487 litros de esgoto por segundo. Juntas, as três bacias tratarão 1.112 litros de esgoto por segundo.

A Prefeitura de Marília e o Governo Federal investiram cerca de R$ 88 milhões para a construção das três bacias, valor 56% menor do que tinha sido previsto no passado.

BACIA DO BARBOSA

A ETE da bacia do Barbosa é formada por seis lagoas, sendo duas de aeração, medindo 120 metros de comprimento por 90 metros de largura cada; e quatro de decantação, medindo 120 metros de comprimento por quatro metros de largura cada.

Com relação à parte eletromecânica, foram construídas duas estações elevatórias: uma fica na região do Pesqueiro do Gato e outra no bairro Homero Zaninoto, com duas bombas em cada; além de um gerador e um painel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *