Embaixador de Maduro na ONU denuncia “terrorismo econômico” após sanções

O embaixador permanente da Venezuela na ONU, Samuel Moncada, que representa o governo Maduro, denunciou nesta terça-feira o “terrorismo econômico” dos Estados Unidos, em alusão às novas sanções impostas contra o país sul-americano, uma “fase mais alta e aguda” de uma “campanha de agressão”, segundo o diplomata.

Moncada, que definiu o governo de Donald Trump como “o mais racista na história do continente”, afirmou que os EUA “partiram para o ataque” e “já não querem que haja uma oposição na Venezuela liderando algum processo”, por isso “atacam” o diálogo entre os venezuelanos.

FONTE : EFE BRASIL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *