Estudante é preso no Japão sob suspeita de fabricação de explosivos

A polícia de Nagoya, na região central do Japão, prendeu um universitário sob suspeita de produzir um poderoso explosivo conhecido como TATP.

A polícia enviou o jovem de 19 anos para a promotoria na terça-feira, um dia após prendê-lo. O TATP, ou triperóxido de triacetona, já foi utilizado em atentados terroristas no exterior.

Investigadores dizem que o suspeito afirmou que estava interessado em bombas, e queria confirmar seu poder.

Há suspeitas de que ele tenha produzido 57 gramas de TATP em casa no ano de 2016, quando era um estudante do ensino médio. Ele também teria levado uma parte dos explosivos para um parque em Nagoya nas proximidades de sua casa em março deste ano.

A polícia realizou buscas em sua residência em abril e apreendeu TATP juntamente com outro poderoso explosivo. As autoridades dizem que a produção ou posse ilegal do outro explosivo nunca havia sido confirmada no Japão anteriormente.

Fontes informaram a NHK que a polícia realizou uma busca em sua casa novamente na segunda-feira à procura de produtos químicos que possam ser utilizados na produção de um outro tipo de explosivo.

As fontes afirmam que a polícia está analisando as substâncias químicas apreendidas. Há suspeita de que o estudante teria tentado continuar a produção mesmo após a busca em sua residência no mês de abril.

FONTE : NHK PORTUGUÊS

 

   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *