Ex-governador do ES, Gerson Camata é assassinado por ex-assessor em Vitória

O ex-senador e ex-governador do Espírito Santo Gerson Camata (MDB) foi morto a tiros na tarde desta quarta-feita por um ex-assessor em Vitória. O crime aconteceu na rua Joaquim Lyrio, na Praia do Canto e a motivação teria sido uma ação judicial movida por Camata contra seu ex-funcionário.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, Nylton Rodrigues, o ex-assessor Marcos Venicio Moreira Andrade, 66, que trabalhou durante 20 anos com Camata, confessou ser o autor dos disparos. Ele foi preso e presta esclarecimentos no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), órgão da Polícia Civil.

“O autor do homicídio está preso. Já confessou o crime”, disse Rodrigues. “A arma utilizada foi apreendida e a motivação do crime lamentável é uma ação judicial movida pelo nosso ex-governador em desfavor de um ex-assessor seu. Esse ex-assessor trabalhou com Camata por 20 anos e teve R$ 60 mil bloqueados em sua conta. (Nesta quarta), na Praia do Canto, o autor do crime foi tirar satisfação ao encontrar Camata na rua. Neste encontro, iniciou-se uma discussão verbal, quando Marcos sacou uma arma e efetuou os disparos.”

Radialista e economista formado pela Universidade Federal do Espírito Santo, Gerson Camata foi senador de 1987 a 2011. Governou o Espírito Santo entre 1983 e 1986. Antes disso, foi deputado federal, tendo atuado na Constituinte, foi também deputado estadual e vereador em Vitória. Camata era casado com a ex-deputada tucana Rita Camata, e deixa dois filhos. (Fonte ESTADÃO).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *