Fabricante Onkyo fará corte de 30% dos funcionários

A fabricante de equipamentos de som Onkyo, que suspendeu a negociação da produção do setor de áudio doméstico, informou na segunda-feira (11) sobre o corte de 30% do seu quadro de pessoal para revisão urgente de sua gestão. 

A redução de pessoal vai atingir também 50% dos postos da diretoria. A fabricante possui três bases, sendo 2 em Osaka e uma em Tóquio. Irá enxugar mantendo apenas 1 em Osaka e continuar com a da capital japonesa. Essas medidas reduzirão os custos em cerca de 1 bilhão de ienes por ano.

Em maio deste ano a Onkyo havia anunciado que venderia seu setor de áudio doméstico para a empresa americana Sound United. Mas, as condições não foram atendidas e a negociação foi suspensa em outubro. Esse é o principal negócio da fabricante, respondendo por 70% das vendas consolidadas.

Ela venderia por cerca de 8 bilhões de ienes, mas com a desistência foi forçada a revisar sua estratégia.

A Onkyo pretende continuar sua atividade de áudio doméstico e fortalecer seus negócios para a produção de alto-falantes para fabricantes de eletrodomésticos e de automóveis a fim de obter ganhos estáveis.

Com o avanço da digitalização da músicas, as quais podem ser ouvidas pelo smartphone, as fabricantes de equipamentos de áudio do Japão, que já foram top no mundo, estão em declínio.

Em 2008 a Kenwood se integrou à Japan Victor formando a JVC Kenwood, a Sansui faliu em 2014, o setor de áudio doméstico da Pioneer foi comprado pela Onkyo em 2015.

FONTE : PORTAL MIE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *