Falências de companhias por falta de mão de obra atingem número sem precedentes no Japão

Segundo o instituto de pesquisa Tokyo Shoko Research, 426 companhias japonesas declararam falência em 2019 por não terem conseguido obter mão de obra suficiente. Esse valor corresponde a um aumento de 10% em comparação ao ano anterior e o mais alto registrado desde 2013, quando os dados se tornaram disponíveis.

Em números, a pesquisa indica que 270 companhias, ou mais de 60%, fecharam suas portas porque o responsável estava aposentando e não conseguiu encontrar um sucessor.

Aproximadamente 80 companhias não puderam contratar trabalhadores suficientes, mesmo após colocar anúncios de classificados.

FONTE : NHK PORTUGUÊS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *