Filtros de ar podem remover poluentes perto de rodovias e reduzir a pressão arterial

A grande ideia

Para as pessoas que vivem perto de rodovias movimentadas, o uso de filtros de ar em ambientes fechados resulta em melhorias de curto prazo na pressão arterial, de acordo com um novo estudo que sou coautor.

Ao lado de rodovias movimentadas e rodovias principais, há altas concentrações de poluição do ar – incluindo partículas ultrafinas excepcionalmente minúsculas, invisíveis e inodoras da queima de combustível. Meus colegas Neelakshi Hudda, Misha Eliasziw e eu testamos como o uso de filtros de ar em ambientes fechados perto de uma rodovia, pode reduzir a exposição a poluentes ultrafinos e outras partículas – e que efeito isso tem sobre a pressão arterial.

Nossa equipe testou 77 participantes em três sessões de duas horas em uma sala próxima a uma rodovia movimentada. Nós manipulamos o nível de poluição do ar na sala usando filtros de ar portáteis, janelas e portas para criar exposições baixas, médias e altas a partículas ultrafinas e outras. Medimos a pressão arterial dos participantes do estudo a cada 10 minutos.

Nosso estudo descobriu que a pressão arterial é influenciada pela exposição a partículas ultrafinas – quanto mais altos os níveis de poluição, maior a pressão arterial de uma pessoa. É importante ressaltar que também descobrimos que os filtros de ar podem efetivamente reduzir essa poluição e reduzir os aumentos de pressão arterial associados.

A diferença na pressão arterial entre as exposições altas e baixas foi relativamente pequena, abaixo de 3 mm de mercúrio. No entanto, mesmo essa pequena mudança pode afetar o risco de ataques cardíacos e derrames, se sustentada por períodos mais longos do que nossas sessões de duas horas.

Os filtros de ar podem remover partículas ultrafinas que aumentam a pressão arterial. Fonte: Anass Bachar / EyeEm via Getty Images.
Os filtros de ar podem remover partículas ultrafinas que aumentam a pressão arterial. Fonte: Anass Bachar / EyeEm via Getty Images.

Por que isso importa

Muitas pesquisas relacionaram morar perto de rodovias de tráfego intenso a resultados adversos para a saúde. Os pesquisadores também sabem que a poluição no ar por partículas afeta a saúde cardiovascular, mas a maioria dos trabalhos se concentra em partículas maiores, chamadas PM2.5.

Meus colegas e eu estamos contribuindo para a Avaliação da Comunidade de Exposição e Saúde em Autoestradas, que se concentra em partículas ultrafinas muito menores. Atualmente não há regulamentação sobre as emissões de partículas ultrafinas, e elas não foram estudadas com tantos detalhes como PM2,5. Nosso trabalho e outros estudos descobriram que elas estão associadas a biomarcadores de aumento da inflamação e elevação da pressão arterial.

Os veículos motorizados continuarão a emitir poluição por muito tempo. Uma vez que a fonte desses poluentes não vai desaparecer tão cedo, acho que uma boa maneira de tentar melhorar a saúde das pessoas que vivem perto de estradas movimentadas é limpar o ar em suas casas. Nosso estudo sugere que os filtros de ar podem fazer isso de forma a reduzir significativamente a pressão arterial.

Os filtros de ar reduzem a pressão sanguínea no ambiente doméstico, mas não se sabe se esse efeito se mantém com o tempo. Fonte: Busà Photography / Moment via Getty Images.
Os filtros de ar reduzem a pressão sanguínea no ambiente doméstico, mas não se sabe se esse efeito se mantém com o tempo. Fonte: Busà Photography / Moment via Getty Images.

O que não se sabe

Este trabalho é promissor, mas o ambiente rigidamente controlado do estudo pode não se traduzir em benefícios para a rotina diária das pessoas.

Para as pessoas que ficam em casa e têm as janelas fechadas a maior parte do tempo, parece provável que os filtros de ar teriam uma redução benéfica na pressão arterial, semelhante ao que vimos em nosso estudo. Mas muitas pessoas deixam suas casas por longos períodos para trabalhar ou estudar. Resta saber, se nesses casos, haverá redução suficiente na pressão arterial para resultar em benefícios para a saúde.

O que vem a seguir

Meus colegas e eu estamos atualmente inscrevendo participantes para um novo estudo, que explora se há benefícios em colocar filtros de ar nas casas das pessoas em cenários da vida real.

Os participantes deste novo estudo receberão filtros de ar reais e simulados e usarão alternadamente cada um por um mês. Nossa equipe irá medir a pressão arterial dos participantes no início e no final de cada mês e, em seguida, comparar a pressão arterial da mesma pessoa a cada mês, para ver se os filtros de ar realmente baixam a pressão arterial. Os resultados deste estudo devem nos ajudar a determinar se os filtros de ar podem produzir reduções de longo prazo na pressão arterial para aqueles que vivem perto de rodovias.

FONTE : AMBIENTE BRASIL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *