Fumares tem nova diretoria. Remodelação e reformas são contínuas desde o início da gestão Daniel Alonso/Tato

A Fumares (Fundação Mariliense de Recuperação Social), fundada em 18 de janeiro de 1976, está com nova diretoria e continua o seu projeto de remodelação total, com objetivo de oferecer uma melhor qualidade de vida aos internos do local. Desde o início da gestão várias melhorias foram feitas no local.

Integrante do Projeto Reviver, que envolve também o Centro Pop e a Casa de Passagem, a Fumares é um abrigo para as pessoas em situação de rua e que perderam o vínculo com a família.

A nova diretoria, que tomou posse oficialmente nesta quarta-feira (13), é composta pelo presidente Vanderlei Dolce, atual secretário municipal do Meio Ambiente e de Limpeza Pública; pela vice-presidente Zileide dos Santos Bernardo e pelo diretor executivo João Augusto Albieri, ambos servidores públicos municipais. Compõem a diretoria também três membros do Conselho Fiscal e outros cinco conselheiros.

O prefeito Daniel Alonso desejou sucesso à diretoria. “A Fumares está em boas mãos. Desejo todo sucesso ao Vanderlei e aos demais diretores e conselheiros. A nossa administração dará todo respaldo para que a Fumares consiga alcançar os seus objetivos, que é a recuperação e a reinserção destas pessoas na sociedade.”

Vanderlei Dolce destacou o trabalho que vem sendo realizado pela nova diretoria. “Estou orgulhoso em ocupar o cargo de presidente da Fumares e bastante empenhado. Temos uma equipe muita engajada para desenvolver o trabalho. A decisão é fazer uma renovação total, onde possamos dar uma qualidade de vida aos internos daqui. Queremos envolver todas as secretarias municipais para um objetivo comum, que é o bem estar das pessoas.”

Ele revelou que a primeira ação foi organizar e fazer a limpeza do local. “Logo que assumimos já conseguimos organizar a Fumares e promover uma grande limpeza na sede, inclusive com pintura. Vamos alinhar todo o trabalho para que possamos desenvolver o projeto que temos para a fundação. O objetivo é fazer um acolhimento humano para que receba todo tratamento e carinho necessários para que esta pessoa volte a ter uma vida digna.”

Vanderlei agradeceu também o apoio que vem recebendo. “Estou muito grato a nossa diretoria, ao prefeito Daniel Alonso e a todos os secretários pelo comprometimento e colaboração. Tenho certeza que a Fumares trará bons frutos. Além disso, temos parceiros importantes, como a Unimar (Unimar) e o Supermercado Tauste. E vamos buscar novos parceiros para que a Fumares tenha um calor diferente na vida das pessoas que vivem aqui.”

A secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Wania Lombardi, esteve presente na posse da nova diretoria e falou sobre o trabalho. “A Fumares está a todo vapor. Estamos resgatando muito das vocações da entidade, como agricultura, setor humano reestruturado, equipe técnica toda formada e recomposta, com cuidadores sociais. Hoje estamos com 32 internos, mas temos capacidade para 50 pessoas.Toda a parte de almoxarifado, de alimentação e de estrutura física está sendo adequada. Foram construídas rampas e o local recebeu pintura recentemente. O fluxo de encaminhamento para a saúde está sendo refeito para fazer o encaminhamento da forma mais correta possível dos nossos usuários. A nossa grande meta é conseguir reinserir estas pessoas na sociedade.”

Wania Lombardi fez um pedido à sociedade mariliense. “A Fumares está de portas abertas e peço que a sociedade venha conhecer o trabalho que é realizado. Muita gente pode contribuir com a Fumares, que é uma fundação publica, mas que faz um atendimento diferenciado no acolhimento a estas pessoas que perderam o vínculo familiar.”

Atualmente a Fumares conta com dez funcionários – assistente social, auxiliar de enfermagem, cozinheiro, auxiliar de serviços gerais e motorista -, além de cinco cuidadores sociais, que foram contratados através de concurso público no ano passado.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *