Grande vencedora do Grammy 2020, Billie Eilish quer ajudar fãs que sofrem com depressão

Grande vencedora do Grammy 2020, Billie Eilish quer ajudar os fãs que sofrem com depressão. Em entrevista ao programa “CBS This Morning”, a cantora falou sobre um período bastante difícil em sua vida, quando fazia cortes em seus braços e chegou a considerar o suicídio.

Billie falou sobre como agora quer ajudar seus fãs a superar seus tempos sombrios e que frequentemente conversa com seus seguidores nas redes sociais e os incentiva a praticar o amor-próprio.

“Eu simplesmente agarro eles pelos ombros e falo: ‘por favor, cuidem-se e sejam bons com vocês mesmos.

Não deem um passo extra para se machucarem ainda mais’.”

Eu seu discurso no Grammy 2020 na noite deste domingo (26), Billie chamou a atenção para os fãs.

“Sinto que eles não foram falados o suficiente essa noite, porque eles são a única razão pela qual estamos aqui. Então muito obrigado aos fãs”, disse ao ganhar na categoria de revelação do ano.

Na premiação, a cantora levou as quatro categorias principais – revelação, melhor álbum (“When We all Fall Asleep, Where Do We Go”), melhor música e melhor gravação (“Bad guy”) – e também melhor álbum de pop vocal.

Com isso, ela se tornou a segunda artista da história a vencer nas maiores categorias no mesmo ano.

Christopher Cross era o único desde suas vitórias em 1981. Eilish agora é a mais jovem a conseguir todos.

Durante a entrevista ao programa, Billie Eilish revelou ainda que teve um ano bastante difícil. “Eu estava tão infeliz no ano passado. Eu estava muito infeliz e sem alegria.”

Por causa da fama recente, ela conta que perdeu seus amigos e que entrou em depressão. “Eu não queria ser sombria, mas realmente eu não acreditava que eu poderia chegar aos 17 anos.” A cantora completou 18 anos em dezembro de 2019.

Questionada se cogitou alguma vez em atentar contra apropria vida, Billie confirmou.

‘Sim. Eu pensei sobre isso uma vez que estava em Berlim e estava sozinha no hotel. Eu lembro que tinha uma janela lá e eu estava chorando porque eu pensava na maneira que eu iria morrer. Eu ia fazer isso.”

Quando questionada sobre o que a fez desistir da ideia e se manter vida, a cantora se emocionou ao falar que foi sua mãe.

FONTE : G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *