Gustavo Tsuboi e Eric Jouti brilham no exterior

Desde 1975 ensinando crianças e adultos, venho sempre motivando-os a treinar com determinação, aprender as técnicas corretas e, nessa triagem vou identificando talentos para que sejan futuros atletas olímpicos.

Em 1986 comecei um desafio de treinar um clube profissional, a ADR Itaim Keiko, criado em 1983 por Minako Takahashi com apoio de Kyozo Abe.
Até então, eu era técnico do Nippon CC e do Clube Piratininga, cluibes que não tinham o objetivo de disputar torneios oficiais da Federação Paulista e da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa.

De 1986 a 2019, planto sementes para que, se os alunos não forem grandes atletas, que sejam profisisonais dedicados, que saibam planejar e enfrentar momentos difíceis que com certeza enfrentarão no futuro.

Nesses 44 anos, consegui formar, na sua iniciação, incentivando a seguir carreira no tênis de mesa, apenas dois atletas olímpicos: Gustavo Tsuboi e Hugo Hanashiro. No entanto, consegui colocar mais de 60 atletas na seleção brasileira, entre menores e adulta.

Nesta longa trajetória, tenho muito orgulho de ter formado cidadãos do bem, todos graduados em boas universidades, e alguns que brilharam na modalidade e usufruíram de benefícios a que tinham direito, ganhando bolsas de estudo e empregos pelo esporte.

São os casos de Eric Jouti e Gustavo Tsuboi , que começaram no Itaim Keiko e conquistaram neste final de semana, o título de duplas no Aberto da Eslovênia, perdendo apenas um set durante toda a competição.
O prêmio em dinheiro não foi muito alto, mas a sensação de vê-los no ponto mais alto do pódio faz com que todo nosso trabalho seja recompensado.
Portanto, volto a insistir: Vale a pena investir no esporte!!!

FONTE : JORNAL NIPPAK

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *