Ibovespa não sustenta os 131 mil pontos, mas fecha em alta em meio a vacinas e agenda econômica; dólar cai a R$ 5,07

O Ibovespa fechou em alta nesta segunda-feira (14) e voltou a superar os 130 mil pontos, deixando de lado a tendência lateral dos últimos pregões. Entre os drivers da sessão estiveram as expectativas pelas decisões de juros do Federal Reserve e do Comitê de Política Monetária (Copom), ambas na quarta-feira (16), e a antecipação das metas de vacinação em São Paulo.

Na véspera, o governador de São Paulo, João Doria, anunciou um adiantamento de mais de 30 dias no calendário de vacinação do Estado, o que deve ajudar na recuperação da atividade econômica. A nova previsão é que todos os paulistas estejam vacinados pelo menos com a primeira dose até o dia 15 de setembro.

Como consequência, os papéis de educacionais, shoppings e varejistas subiram à espera de uma reabertura econômica mais célere.

Sobre política monetária, a maior probabilidade é de que, no comunicado, o Copom sinalize menor tolerância com a inflação, que já bate 8% em 12 meses segundo o último dado oficial. Já o Fed deve manter sua política monetária ultraestimulativa e reiterar que o repique inflacionário nos Estados Unidos é um choque temporário.

Hoje também teve a divulgação do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), considerado prévia do Produto Interno Bruto (PIB), que registrou alta de 0,44% em abril de 2021 na comparação com março, segundo dados do BC. Na comparação com abril de 2020, a alta foi de 15,92%.

O dado veio abaixo do esperado. A expectativa dos economistas, segundo projeção mediana em pesquisa Bloomberg, era de uma alta de 1,35% na comparação com março de 2021. Na comparação anual, a expectativa era de alta de 18,2%, também levando em conta a base de comparação deprimida do ano passado.

Segundo Jason Vieira, economista-chefe da Infinity Asset, o aumento do IBC-Br teve uma parcela maior de responsabilidade pelo desempenho positivo da Bolsa hoje do que a vacinação. “Ainda que mais baixo do que o esperado, foi um crescimento relevante”, avalia.

Por outro lado, Roberto Attuch, CEO da Ohmresearch, disse que o impacto nas ações varejistas, shoppings e papéis como Ambev (ABEV3) e CVC (CVCB3) reforçam a hipótese de vacinação. “Está claro que o mercado estava muito pessimista com o crescimento, então somando-se o IBC-Br e a aceleração da imunização, junto com um cenário externo mais positivo, cria-se um ambiente favorável para tomada de risco nos investimentos”, analisa.

O Ibovespa teve alta de 0,59%, a 130.207 pontos com volume financeiro negociado de R$ 27,116 bilhões. Apesar da valorização, o índice ficou longe da sua máxima intradiária, quando chegou a bater 131.083 pontos.

Enquanto isso, o dólar comercial caiu 1,01% a R$ 5,07 na compra e a R$ 5,071 na venda. Já o dólar futuro com vencimento em julho registra perdas de 0,98% a R$ 5,077 no after-market.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2022 subiu cinco pontos-base a 5,34%, o DI para janeiro de 2023 caiu dois pontos-base a 6,96%, o DI para janeiro de 2025 teve queda de seis pontos-base a 7,99% e o DI para janeiro de 2027 registrou variação negativa de sete pontos-base a 8,47%.

O dia no exterior, por outro lado, foi de desempenho desigual das bolsas americanas. O índice Dow Jones, de blue chips da economia tradicional, caiu 0,25% a 34.393 pontos, o S&P 500 subiu 0,18% a 4.255 pontos e o Nasdaq, focado em ações de empresas do setor de tecnologia, avançou 0,74% a 14.174 pontos.

No domingo, o CEO da fabricante de carros elétricos Tesla, Elon Musk, afirmou que a empresa voltará a realizar transações com bitcoins, assim que confirmar que há um uso que considere “razoável” de energia limpa pelos mineradores (indivíduos e empresas que, em troca de bitcoins, disponibilizam computadores para operacionalizar a blockchain, um tipo inovador de banco de dados que é a base da infraestrutura da criptomoeda). Musk posicionou esse patamar como 50% da energia utilizada, com uma tendência “positiva”, ou seja, de elevação desse percentual.

Já na Europa, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou nesta segunda o prolongamento de restrições no país em um mês como forma de controlar a expansão de casos de Covid. O Reino Unido luta conta uma elevação de casos com a variante Delta, descoberta pela primeira vez na Índia.

“Não podemos simplesmente eliminar a covid, devemos aprender a conviver com isso”, afirmou o líder britânico.

Relatório Focus
Os economistas do mercado financeiro elevaram outra vez suas projeções para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2021, revelou o Relatório Focus do Banco Central. De uma expansão de 4,36%, agora espera-se um avanço de 4,85% no indicador. Já para 2022 as projeções para a variação na atividade econômica foram reduzidas de 2,31% para 2,20%.

Em relação ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) houve um aumento nas expectativas de 5,44% para 5,82% em 2021 e de 3,70% para 3,78% em 2022.

Sobre o dólar, os economistas reduziram suas projeções para a moeda ao fim do ano de R$ 5,30 para R$ 5,18. Para 2022 as expectativas também foram reduzidas, neste caso de R$ 5,30 para R$ 5,20.

Por fim, as estimativas para a taxa básica de juros, Selic, subiram bruscamente de 5,75% ao final de 2021 para 6,25%. Para 2022, as expectativas se mantiveram em 6,50%.

Covid no Brasil
No domingo (13), a média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 1.997, alta de 8% em comparação com o patamar de 14 dias antes. Em apenas um dia, foram registradas 1.118 mortes.

As informações são do consórcio de veículos de imprensa que sistematiza dados sobre Covid coletados por secretarias estaduais de Saúde no Brasil, que divulgou, às 20h, o avanço da pandemia em 24 h. O Ceará não registrou, oficialmente, mortes no domingo. A Secretaria de Saúde do estado afirmou não saber se isso se deve a uma instabilidade no sistema de coleta de dados, detectada na sexta. Como de praxe, Roraima tampouco divulgou dados. A Secretaria de Saúde afirma que o sistema estadual não é alimentado em finais de semana e feriados.

A média móvel de novos casos em sete dias foi de 66.842, alta de 10% em relação ao patamar de 14 dias antes. Em apenas um dia foram registrados 36.998 casos.

Chegou a 54.607.404 o número de pessoas que receberam a primeira dose da vacina contra a Covid no Brasil, o equivalente a 25,79% da população. A segunda dose foi aplicada em 23.659.355 pessoas, ou 11,17% da população.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), prometeu no domingo que até 15 de setembro todos os adultos do estado já terão recebido a primeira dose da vacina contra a Covid, antecipando em um mês o calendário informado na última quarta-feira (9). Segundo levantamento do portal UOL, Rio Grande do Sul, Sergipe, Maranhão e Pará também esperam terminar de vacinar todos os adultos até setembro. O Ceará pretende vacinar esse grupo até agosto.

De acordo com a coordenadora do programa paulista de imunização, Regiane de Paula, “o avanço é planejado com base em remessas de vacinas previstas pelo Programa Nacional de Imunização”, e depende de seu cumprimento. O cronograma do Ministério da Saúde prevê que 200 milhões de doses serão entregues até o final de setembro.

Com a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para testes de primeira fase, o Instituto Butantan pretende iniciar, ainda nesta semana, um pré-cadastro de voluntários para testar a ButanVac, imunizante desenvolvido pela instituição, que pretende fabricá-lo com insumos produzidos nacionalmente.

Devem participar 400 voluntários desta primeira fase, em testes realizados pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da unidade da USP de São Paulo e pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da unidade da USP de Ribeirão Preto.

Segundo Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, o governo paulista deve lançar, até o fim desta semana, um site onde os voluntários poderão preencher um pré-cadastro. A fase inicial de estudos em humanos busca avaliar a segurança da vacina e sua capacidade de induzir uma resposta imunológica.

No sábado, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que o Brasil receberá na próxima terça (15) 3 milhões de doses da vacina contra Covid-19 da farmacêutica Janssen, subsidiária da Johnson & Johnson. As vacinas serão aplicadas apenas nas capitais do país.

O ministro fez o anúncio após a agência reguladora dos Estados Unidos Food and Drugs Administration autorizar a vinda das doses ao Brasil e ampliar a validade dos imunizantes de 27 de junho para 8 de agosto. O ministério também afirmou que a Anvisa deve avaliar nesta semana pedido da Janssen por uma prorrogação maior da validade das doses.

No sábado, o governo do Estado de São Paulo multou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o filho dele, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o ministro da Infraestrutura, capitão da reserva do Exército Tarcísio Gomes de Freitas, por não usarem máscara durante evento com motociclistas.

Segundo nota do governo estadual, comandado por João Doria, desafeto político do presidente, os três foram multados em R$ 552,71 cada por descumprirem o decreto estadual que determina o uso da máscara. Em vídeos publicados em suas redes sociais, Bolsonaro aparece ao lado de motociclistas, quase todos sem máscara e aglomerados, e é saudado por gritos de “mito” e “nossa bandeira jamais será vermelha”.

Na quinta-feira, Bolsonaro havia afirmado que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, se preparava para desobrigar pessoas vacinadas e que já contraíram Covid de usarem máscaras. Apesar de indivíduos já vacinados terem menor probabilidade de internação e mortes por Covid, eles podem continuar contraindo e propagando o vírus.

Na sexta, o ministro da Saúde disse que estão sendo realizados estudos para se ter “posições sólidas” sobre a possibilidade de flexibilização. Queiroga se irritou com repórteres ao afirmar que países avançados na vacinação já estavam fazendo essa flexibilização, e ser confrontado com o fato de este não ser o caso do Brasil neste momento.

Crise hídrica e resultado primário dos estados

Segundo reportagem de capa do jornal O Globo, o governo federal prepara uma medida provisória que criaria uma Câmara de Regras Excepcionais para Usinas Hidrelétricas, que concentraria o poder de estabelecer, excepcionalmente, limites de uso, armazenamento e vazão de usinas hidrelétricas, em um momento em que as principais barragens do sistema operam em patamares mínimos históricos.

A medida provisória retiraria poderes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) e da Agência Nacional de Águas (ANA) sobre a gestão de reservatórios de hidrelétricas. Pelo texto, o Ministério de Minas e Energia, comandado atualmente pelo almirante de esquadra Bento Albuquerque, poderia administrar a vazão das usinas sem precisar do aval dos órgãos.

A medida provisória é justificada sob o argumento de que seria necessária para evitar um racionamento de energia no segundo semestre. Ela também daria mais poder ao ministério sobre concessionárias do setor elétrico e de petróleo e gás, permitindo adotar mais medidas visando garantir o abastecimento para este ano.

De acordo com o jornal, o governo também pretende ampliar incentivos financeiros para que grandes consumidores de energia, em especial a indústria, reduzam o consumo em horários de pico.

Apesar da persistência da falta de chuvas e da baixa em reservatórios do Sudeste e do Centro-Oeste, a carga de energia do sistema elétrico interligado do Brasil deve encerrar junho com salto de 8,3% frente ao mesmo período do ano passado, de acordo com projeções de boletim divulgado na sexta pelo Operador Nacional do Sistema (ONS), que elevou previsão de alta de 7,7% divulgada na semana anterior.

A melhora estimada no desempenho vem mesmo com expectativa de temperaturas mais amenas ou semelhantes na próxima semana, destacou o órgão do setor de energia, ao projetar que a produção industrial deve se manter “em patamares elevados, principalmente daquelas indústrias voltadas para exportação”.

“A melhora do setor externo graças à recuperação da economia mundial, devido ao controle da pandemia em países como Estados Unidos, parte da Europa e China, tem contribuído para o desempenho desse setor”, disse o ONS em boletim.

A maior expansão percentual prevista pelo ONS para a carga é na região Norte, com alta de 11,8%, enquanto no Nordeste espera-se avanço de 9,9% na comparação com mesmo período de 2020, quando a pandemia de coronavírus gerava maior impacto sobre atividades, embora o país siga com número elevado de casos de Covid-19.

No Sudeste/Centro-Oeste, o ONS vê agora elevação de 8% na carga no mês, enquanto no Sul é prevista alta de 6,2%. Na semana anterior, o ONS via um aumento maior na carga do Norte, de 12,5%, mas desempenho inferior no Sudeste/Centro-Oeste, onde era esperado crescimento de 7,1% ano a ano.

O ONS apontou ainda que o quadro de chuvas escassas na região das hidrelétricas do país deve seguir em vigor, com as precipitações na área das usinas do Sudeste e Centro-Oeste estimadas em 66% da média histórica para junho, leve alta frente aos 62% projetados na semana anterior.

Para atender à demanda enquanto busca poupar água nos reservatórios hídricos, o ONS projetou que deverá acionar 9,61 gigawatts em termelétricas na próxima semana, pouco acima dos 9,57 gigawatts vistos na semana anterior.

Com isso, o nível dos lagos das hidrelétricas do Sudeste e Centro-Oeste, região líder em capacidade de armazenamento, deve terminar o mês em 28,9% do total, contra 30,8% no início do mês, disse o ONS.

Ainda em destaque, a atividade econômica com desempenho além do esperado nos primeiros meses do ano, a inflação e medidas de contenção de despesas garantiram aos Estados resultado primário surpreendente, apesar da pressão de gastos com saúde em meio à pandemia.

Considerado indicador do esforço dos governos na busca do equilíbrio fiscal, o resultado primário dos 26 Estados e Distrito Federal somou R$ 56,95 bilhões de janeiro a abril, mais que o dobro dos R$ 26 bilhões de igual período de 2020, de acordo com levantamento do Valor. O saldo é anterior ao pagamento de juros da dívida.

Radar corporativo

A CSN anunciou na sexta-feira que fará um resgate antecipado US$ 503,9 milhões de títulos sem garantia com vencimento em 2023. Para o resgate dos papéis, em nome da CSN Resources, a empresa pagará o equivalente do 103,813% do montante principal. A operação deve acontecer em 12 de julho.

Vale, Anglo American, Equinor, Total e outras diversas empresas assinaram nesta sexta-feira um memorando de entendimento para estudar o uso da amônia como combustível marinho alternativo, informou em nota à imprensa a mineradora brasileira, como parte de esforços para reduzir suas emissões.

O grupo reúne companhias de indústrias variadas como energia, mineração, química, terminais e estaleiros. O acordo, segundo a Vale, prevê estudos sobre o impacto de avaliação da segurança do uso de NH3 (amônia) como combustível; os procedimentos para abastecimento de embarcações; a sua especificação como combustível; e as emissões líquidas de carbono na produção do produto.

A AES Brasil informou que aprovou uma política de destinação de seus resultados que prevê uma distribuição semestral aos acionistas de no mínimo 50% do lucro líquido ajustado de cada exercício, com entrada em vigor a partir de 2022.

Maiores altas

ATIVOVARIAÇÃO %VALOR (R$)
COGN38.755764.72
LWSA35.6438826.58
BTOW35.0950770.75
BRML34.2590911.75
NTCO33.9177158.09

Maiores baixas

ATIVOVARIAÇÃO %VALOR (R$)
GGBR4-2.5151532.17
GOAU4-2.5016914.42
CSAN3-1.6342425.28
PRIO3-1.4728319.4
BRKM5-1.4485256.47

A Petrobras informou que enviou nesta sexta-feira uma carta à BR Distribuidora (BRDT3) na qual solicitou cooperação para a implementação de uma oferta secundária visando a venda de sua participação restante na companhia, de 37,50%.

A companhia também deverá receber de suas sócias chinesas no campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos, US$ 2,94 bilhões  referentes a compensação total dos investimentos feitos pela brasileira no ativo, como resultado de acordo de coparticipação assinado na véspera, disse a empresa na véspera. A Petrobras vem afirmando que Búzios é o maior campo de petróleo em águas profundas do mundo. No fato relevante, a empresa apontou mais de 11 bilhões de barris de óleo equivalente (boe) recuperáveis no ativo.

A Track & Field negou na última sexta-feira que estaria negociando a compra da Centauro. O esclarecimento aconteceu após notícia do Brazil Journal de que as saídas de executivos da Track & Field, como o CEO, pode sinalizar uma possível fusão ou aquisição por parte da companhia.

O tráfego total de passageiros da Azul, medido pela indicador RPK, teve alta de 361,9% em maio, em comparação ao mesmo mês de 2020.

A Randon anunciou a compra da Menegotti Fundição, unidade produtiva isolada (UPI) da Menegotti Indústrias Metalúrgicas e da Menegotti Participações, ambas em recuperação judicial e pertencentes ao Grupo Menegotti, por R$ 71,53 milhões.

O Carrefour Brasil informou na noite de sexta que concluiu acordo com autoridades federais e do Rio Grande do Sul em relação ao episódio de espancamento e morte de um homem negro numa loja da companhia. De acordo com o TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), com validade de três anos, o Carrefour Brasil ampliará em até R$ 115 milhões um fundo para promover inclusão racial e combate ao racismo. Assinado com o Ministério Público Federal e o do Rio Grande do Sul, Ministério Público do Trabalho, Defensoria Pública da União e Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul, o TAC extingue os processos coletivos ligados ao caso.

FONTE:INFOMONEY

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *