Japão aprova projetos para incentivar trabalho até os 70 anos

O governo japonês aprovou na terça-feira (4) projetos de lei para pedir às empresas que deixem os funcionários trabalharem até os 70 anos, enquanto o país busca expandir a população ativa para cobrir os crescentes custos com seguridade social em meio ao rápido envelhecimento da sociedade. As informações são da agência de notícias Kyodo.

Embora as determinações não sejam obrigatórias, o governo vai pedir às empresas que escolham uma das cinco opções de forma de trabalho, incluindo aumentar a idade da aposentadoria, descartá-la ou permitir que os funcionários trabalhem além do limite de idade.

As duas outras opções são para as empresas terceirizarem algumas operações para aposentados que iniciam seus próprios negócios ou se tornam colaboradores, ou atribuí-las a projetos filantrópicos executados pelas empresas.

Atualmente, as empresas no Japão são obrigadas a dar aposentadoria aos funcionários até os 65 anos.
O governo planeja submeter os projetos de lei para votação no Parlamento e espera implementá-los a partir de abril de 2021. No futuro, o governo planeja tornar obrigatório que as empresas deixem os funcionários trabalharem até os 70 anos.

Uma em cada três pessoas no Japão deverá ter 65 anos ou mais em 2025, mostraram dados do governo.
O Japão já introduziu uma série de medidas para compensar o déficit de mão de obra, como atrair mais estrangeiros e promover a participação das mulheres no mercado de trabalho.

Ainda assim, a previsão é de que o país enfrente uma escassez de 6,44 milhões de trabalhadores em 2030, de acordo com uma estimativa da Persol Research and Consulting e da Universidade Chuo.

Entre os 66,64 milhões de trabalhadores com mais de 15 anos no ano passado, 8,62 milhões, ou 13%, tinham 65 anos ou mais, segundo o governo.

FONTE : ALTERNATIVA ON LINE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *