Japão e EUA mantêm discussões sobre sanções americanas ao Irã

O secretário-chefe do gabinete japonês, Yoshihide Suga, afirmou que seu país continua mantendo discussões com os Estados Unidos a respeito da exigência americana de que o Japão suspenda as importações de petróleo bruto do Irã.

Ele fez a declaração durante uma coletiva de imprensa, na quarta-feira. Suga disse que o governo está estudando cautelosamente como a exigência de Washington afetaria Tóquio. Segundo o secretário-chefe, o Japão vai continuar discutindo o assunto com os Estados Unidos e outras nações concernentes para evitar um impacto adverso sobre as empresas japonesas.

Na terça-feira, o governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou que quer que, até o dia 4 de novembro, o Japão e outros países suspendam completamente as importações de petróleo bruto do Irã.

O lado americano havia anunciado anteriormente que estava se retirando do acordo nuclear entre o Irã e seis potências mundiais e que retomaria sanções econômicas contra Teerã.

Yoshihide Suga afirmou que gostaria de se abster de comentar sobre as discussões entre o Japão e os Estados Unidos a respeito da retomada de sanções americanas ao Irã. Ele disse ainda que não sabe quando Tóquio vai decidir sobre como lidar com a exigência de Washington.

Suga acrescentou que o Japão também mantém contato com o governo iraniano.

Em 2012, os Estados Unidos impuseram sanções às exportações de petróleo do Irã devido à suspeita de desenvolvimento nuclear de Teerã. Na época, o Japão foi isento das sanções e teve permissão para reduzir as importações iranianas em etapas.

FONTE : NHK PORTUGUÊS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *