Lei aprovada há 3 anos causa preocupações em trabalhadores de empreiteiras no Japão

Nos últimos dias, dezenas de trabalhadores enviados por empreiteiras buscaram ajuda para tentar resolver uma questão provocada pela aprovação de uma lei polêmica há três anos.
Em 2015, uma lei que limita em até três anos a atuação de um trabalhador enviado por empreiteira em determinada empresa ou fábrica entrou em vigor no Japão.
A lei diz que, se o trabalhador pretender continuar no local, a empreiteira deverá solicitar a efetivação junto ao local de contratação e, se não ocorrer, o trabalhador será enviado para outro local.
Uma reportagem da NHK informou que, com o fim do contrato de pessoas que começaram a trabalhar assim que a lei entrou em vigor, muitos estão preocupados em não serem efetivados e precisarem sair de onde estão atuando no momento.
Após três anos com a lei em vigor, o cenário que parece estar se formando é de trabalhadores sem perspectiva de efetivação e que procuram ajuda jurídica, pois acreditam que serão demitidos ao fim do prazo do contrato, informou a NHK.
Uma organização de proteção aos direitos dos trabalhadores temporários decidiu disponibilizar um número para consultas gratuitas temporárias, que colocará o trabalhador em contato com um advogado. As consultas poderão ser realizadas apenas em japonês.
 
TELEFONES:
20 de novembro:
Fukuoka – das 17h às 21h – 092-721-1208
21 de novembro:
Chiba – das 13h às 16h – 043-221-4884
22 de novembro:
Kanagawa – das 10h às 17h – 045-651-6441
23 de novembro:
Fukui – das 10h às 15h – 0776-25-7727
Ishikawa – das 10h às 15h – 076-231-2110
Toyama – das 10h às 15h – 076-423-0698
Osaka – das 10h às 17h – 06-6361-8624
Nagasaki – das 10h às 17h – 0120-41-61-05
Gunma – das 13h às 15h – 027-251-5707
Gifu, Aichi, Mie – das 13h às 16h – 080-4525-0503/ 080-3650-5225
24 de novembro:
Tochigi – das 10h às 12h – 028-643-7711
Tóquio – das 13 às 17h – 03-3251-5363/ 03-3251-5364
Saitama – das 16h às 17h – 048-837-4821
27 de novembro:
Quioto – das 13h às 18h – 075-256-3360
Miyagi – das 16h às 20h – 022-261-4444/ 022-261-5555
FONTE ; ALTENATIVA ON LINE
  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *