Lun Lun Balloon encanta e diverte público no Dia Mundial do Uchinanchu

Toda a expectativa criada em torno do Lun Lun Balloon se confirmou e quem saiu ganhando foi o público que teve oportunidade de conferir de perto as três apresentações do grupo em território brasileiro. A última, no dia 27, na Associação Okinawa Kenjin do Brasil, no bairro da Liberdade, em São Paulo, para um auditório completamente lotado para a celebração do Sekai Uchinanchu No Hi (Dia Mundial do Uchinanchu), realizado pelo grupo de jovens da AOKB e Urizun – Círculo de Ex-Bolsistas de Okinawa. Em passagem pela América do Sul para comemorar também o Ano de Intercâmbio Japão-Peru, a comitiva formada pela artista de balões Rei Aragaki, a coreógrafa Reiko Ota e dançarinos da escola Tamagusukuryu já havia se apresentado na Japan House São Paulo e Associação Atlética Atlanta em sua estada no país.
Usando balões em suas apresentações, o grupo encontrou uma forma diferente para mostrar as danças típicas de Okinawa, despertando a atenção de crianças eojiichans. Na AOKB, o tema escolhido foi Umi (dança popular e moderna no fundo do mar) e além das danças, como São Paulo Kouta (música e letra do saudoso professor Seikichi Yonamine composta no Brasil em 1997 com coreografia criada pela mestre mor Hideko Tamagusuku) e Yotsudake, o público também foi chamado para participar – ora batendo as bexigas na palma das mãos imitando o som de um taikô, ora agitando os balões. No final, e como de praxe nos eventos okinawanos, o Kachashi – que para os okinawanos é uma forma natural de expressar alegria e felicidade.

Lun Lun Balloon encantou o público brasileiro, especialmente a garotada no Dia Mundial do Uchinanchu (Daniel Yonamine/Mundo OK)

Atrações “da casa” – A apresentação do Lun Lun Balloon foi o ponto alto da festa, mas não as únicas atrações. No primeiro bloco – dedicado aos grupos nacionais – passaram pelo palco da AOKB os grupos de taiko Ryukyu Koku Matsuri Daiko e Requios Gueinou Doukoukai, academias como a Tamagusukuryu Gyokusenkai Shiroma Kazue Ryubu Dojo, Tamagusukuryu Kotarokai Omine Hatsue Ryubu Dojo, Ryukyu Minyo Filial do Brasil, Okinawa Shorinryu Karatê-Do Jyureikan Kobudo Jinbukjai Filial do Brasil, Ryukyu Buyou Takaruy Hana no Kai Izu Juliana Ryubu Renjo, Tamagusukuryu Kotarokai Senbu Chibana Chieko Ryubu Dojo, Tamagusukuryu Senjukai Saito Satoru Ryubu Renjo e Tamagusukuryu Teda Hakuyo no kai Gushiken Yoko Ryubu Dojo.

FONTE : JORNAL NIPPAK

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *