Mãe é presa em Saitama por deixar bebê nu em banheiro por 20 horas no inverno

A polícia de Soka (Saitama) prendeu uma mulher de 24 anos por agressões e maus tratos a filha de 1 ano e três meses, informou uma reportagem da emissora NHK.
A primeira acusação contra a japonesa Asuka Kamikubo refere-se a um episódio em janeiro deste ano. A mulher teria deixado a filha, de 8 meses na época, abandonada durante 20 horas no banheiro do apartamento onde residia.
A criança foi colocada dentro de um saco plástico apenas com uma fralda descartável e sofreu lesões por congelamento nos dois pés. O caso foi descoberto quando a mulher foi visitar a casa da mãe com as crianças e a avó da menina percebeu que os pés dela tinham mudado de cor e chamou a emergência.
Além do caso do banheiro, a criança apresentava ainda 20 fraturas pelo corpo, o que foi um indício para a polícia de que a mulher cometia agressões diariamente.
A polícia informou que a mulher estava divorciada do marido e vivia sozinha com a menina e um filho de 2 anos. As duas crianças foram recolhidas pelo Conselho Tutelar e, em depoimento para a polícia, Kamikubo confessou as acusações.
Ela disse que não estava “indo bem” na tarefa de cuidar dos filhos e que não achava a menina “bonitinha”. Uma reportagem do jornal Sankei informou que a menina tinha um retardo e os médicos estimaram que ela teria metade da capacidade de desenvolvimento de uma criança comum.
O menino também foi examinado, mas nenhum sinal de maus tratos foi detectado nele. Mais detalhes estão sendo investigados.
FONTE : ALTERNATIVA ON LINE
   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *