Marília inicia vacinação contra o Sarampo em crianças a partir de 6 meses de idade

Mudança no procedimento foi decidida pela Secretaria de Estado da Saúde e vale para 50 cidades paulistas

A Prefeitura de Marília informa, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, que passou a vacinar a partir desta quinta-feira (15) as crianças que têm entre seis meses e um ano de idade contra o sarampo. A proteção está na vacina tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola). A rede municipal está abastecida e aguarda os pais ou responsáveis.

Trata-se de uma iniciativa a mais, definida pela Secretaria de Estado da Saúde, para conter o surto de sarampo no território paulista. Marília e outras 49 cidades (11 recém incluídas) passam a ter a indicação da dose extra.

A enfermeira Renata Plácido Rodrigues, responsável pela Sala Central de Vacina do município, explica que esta dose aplicada não será considerada válida para a rotina, ou seja, o esquema vacinal que era previsto anteriormente.

“Portanto, independente desta dose, aos 12 meses a criança deverá receber normalmente a primeira dose da Tríplice Viral e aos 15 meses a Tetra Viral, como já acontece. É importante, porém, a observância do intervalo de 30 dias entre uma e outra aplicação’, disse.

A rede também está orientada a não administrar as vacinas tríplice viral e febre amarela no mesmo dia, em menores de dois anos. “São orientações importantes, que já chegaram às unidades, para que o procedimento seja realizado com toda a segurança necessária”, explicou a enfermeira.

Para maior conforto do usuário, a rede básica orienta a população a buscar pelo serviço de vacina de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30. É importante sempre ter em mãos a caderneta de vacinação e o cartão SUS (Sistema Único de Saúde).

SARAMPO

A doença é infecciosa, considerada grave e pode até ser fatal. Sua transmissão ocorre por meio de vírus, quando a pessoa doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é a vacina.

Os principais sintomas são febre acompanhada de tosse, irritação nos olhos, nariz escorrendo ou entupido, mal-estar intenso, entre alguns característicos de quadro viral.

Por serem muito parecidos com a gripe, os sintomas podem ser confundidos, o que reforça a importância de estar atento. É importante procurar um serviço de saúde para avaliação médica.

VACINA

Se a pessoa tem até 29 anos de idade e tomou apenas uma dose, precisa completar o esquema vacinal com a segunda dose da vacina. Quem comprova as duas doses da vacina do sarampo, não precisa se vacinar novamente.

Já para quem não tomou nenhuma dose, perdeu a caderneta ou não se lembra, são duas situações: de um ano de vida até 29 anos, são necessárias duas doses. Se a pessoa nasceu a partir de 1960, o Ministério da Saúde recomenda apenas uma dose da vacina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *