Música e arte para coroar o Tô Ligado na Energia 2019

Reconhecimento, alegria e emoção. Essas palavras descrevem as cerimônias de encerramento dos projetos educacionais das distribuidoras de energia Coelba, Celpe e Cosern, do Grupo Neoenergia, que, desde 2016, têm o apoio do WWF-Brasil na execução e engajamento juvenil.

Os eventos, que são um ótimo exemplo de parceria entre empresas, organizações da sociedade civil e governos estaduais com o apoio à juventude, aconteceram na mesma semana em que o mundo buscava mais ambição na luta contra as mudanças do clima, durante a COP25, em Madri.

Em 2019, as ações educativas capacitaram 449 professores nos estados de Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Norte e envolveram diretamente mais de 32 mil alunos em 256 escolas. Porém, alcance dos projetos torna-se ainda maior quando se avalia o impacto de mudança de hábito nas famílias, nos amigos e em toda a comunidade escolar. Esses resultados estão apresentados no livro Educação com Energia 2019.

“A crise climática que estamos vivendo traz consequências sérias para a população e para a o meio ambiente. Estamos em um mundo cada vez mais quente e com menos biodiversidade. Fazer a transição para uma nova sociedade, de respeito à natureza, é condição obrigatória para a sobrevivência do ser humano neste planeta e a formação de jovens para esta causa é parte fundamental da estratégia”, explica Maurício Voivodic, diretor-executivo no WWF-Brasil, em depoimento à publicação.

As cerimônias de encerramento da edição deste ano premiaram as dez melhores ações educativas de cada um dos três estados envolvendo as temáticas eficiência e segurança energética e meio ambiente. Entre elas, estavam os projetos Energia que Transforma (EqT), que capacita professores de diferentes cidades sobre o uso seguro e sustentável da energia, e a gincana Festival Tô Ligado na Energia, voltada a alunos dos ensinos Básico e Fundamental de escolas públicas. As duas iniciativas têm atuação direta do WWF-Brasil.

Em momentos de muita comoção, os professores, orgulhosos de seu trabalho, deram depoimentos do quanto a metodologia Energia que Transforma ajudou no desenvolvimento de iniciativas que contribuíram com suas atividades educativas.

“Estar no projeto como professor e também aluno foi uma oportunidade ímpar. Pude obter novas perspectivas sobre a energia e ver que, de fato, o curso possui uma Energia que Transforma”, disse Joandson Sena Almeida, da cidade de Jequié/BA.

Já para a professora Sineide Estrela, de Feira de Santana/BA, seu compromisso social aumentou: “Acredito que, depois daqui, tenho uma obrigação social, política e ética: disseminar esse conhecimento junto à minha família, na comunidade e na escola”.

Jovens dão show
Um dos destaques dos encerramentos da edição 2019 foi a presença de alunos que participaram do projeto Tô Ligado na Energia.

A gincana de conhecimentos e cultural criada em 2016, e que neste ano foi realizada em 20 escolas nos três estados, já chegou ao todo a 68 unidades escolares, com a participação ativa de quase 24 mil alunos. Por meio de arte e engajamento, o Festival, que tem a duração de um mês em cada escola, busca disseminar a consciência pela preservação dos recursos naturais do planeta, combater o próprio desperdício e atuar como multiplicador dos conteúdos na internet, na escola, com a família e amigos.

O resultado é que, ao longo de 2019, foram produzidas dezenas de peças de teatro, músicas – autorais e paródias -, vídeos, posts para internet e pinturas de grafite, que deixaram uma boa lembrança nos muros das escolas participantes. As fotos estão no site do Festival.

Um dos destaques foi o cordel desenvolvido pelos alunos da Escola Técnica Estadual Edson Mororó, da cidade de Belo Jardim/PE. Com uma linguagem bem típica nordestina, o cordel foi transformado em vídeo animado pois explica todos os problemas pelo uso desenfreado de energia e traz muitas dicas de consumo consciente. Essa e várias outras iniciativas foram apresentadas no evento de encerramento, dando aos presentes um gostinho de tudo que foi este ano.

FONTE : WWF BRASIL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *