Número de suicídios entre crianças e adolescentes é o maior desde 1988

O ministério da educação do Japão diz que 332 crianças e adolescentes cometeram suicídio no ano até março, o maior desde 1988, quando os registros começaram a ser mantidos.

A pesquisa do ministério cobriu escolas primárias, ginasiais e colegiais em todo o Japão. O número de suicídios aumentou em 82 ante o ano anterior.

O número de mortes foi de 227 estudantes do colegial, 100 do ginásio e 5 do primário.

No ano, o número total de suicídios no Japão no ano foi de 20.000, quarenta por cento menor que o recorde e contrasta com o aumento no de suicídios cometidos por crianças.

Do número de crianças e adolescentes que tiraram suas vidas, 41 foram atribuídas a problemas familiares, 30 a repreensão dos pais e 28 a preocupações em relação a uma carreira futura. Nove casos foram julgados como causados por bullying.

De acordo com a pesquisa, as causas de 194 suicídios, ou cerca de 60 por cento total, são desconhecidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *