O isolamento e a solidão no ministério Pastoral

A ausência de contato, quanto maior a frequência no uso do isolamento, aumenta o sentimento de solidão, problema acentuado por si, desencadeada ansiedade e a falta de equilíbrio, crises emocionais em que a realidade dá lugar à fantasia.
Tudo muda tão rápido e nada é feito para durar, para ser solido Salmos, 90:9. Viver uma vida de dissimulação e se ufanam de si mesmo, mostra um caminho diferente e perigoso. Uma pessoa que admira exageradamente a própria imagem e que nutre uma paixão excessiva por si mesmo acaba sozinho. Essa pessoa busca uma felicidade fútil, em meio a uma vida de faz de conta, nutrisse com o que é negativo. Tome todo cuidado, tendo a preocupação de se avaliar para uma autoajuda positiva.

Tudo o que escraviza faz perder valores é denominado de vícios, alterando o raciocínio e o bom senso. Além de retirar a inibição, fazendo com que você perca a motivação de fazer o que é certo, levando a pobreza mental e a graves problemas psicológicos. Infelizmente muitos Pastores estão entrando neste caminho e muitas vezes sem volta.

Muitos são atraídos pela ilusão e joga fora boa expectativa e vive um sistema compulsivo, arruínam a vida e família, por que não depositou confiança, deixou o vício escraviza-lo para continuar alimentando suas vontades. Perdem o equilíbrio, possibilita uma vida desprovida de preocupação desnecessária.

Você não pode envolver-se, nem tão pouco explorar ou extorquir a si mesmo. Muitas vezes causa dependência e provocando alterações excessiva e muitos se usam deste mundo por que acham mais comuns de sobrevivência, unidos sobre suas convicções. Não devemos usar nem participar deste estilo de vida, seria uma tragédia para uma vida, resultado em sérios prejuízos para sua vida e família.

O livro de provérbios nos alerta para a tendência de quebrar esse princípio

O solitário busca o seu próprio interesse e insurge-se contra a verdadeira sabedoria. Provérbios, 18:1

O princípio é repetido no livro de Eclesiastes 4:9-12

Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho. Porque se caírem, um levanta o companheiro; ai, porém, do que estiver só; pois, caindo, não haverá quem o levante. Também, se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só como se aquentará? Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade.

Isolar-se por alguns momentos para refletir pode ser benéfico, LM. 3.27-28, mas escolher o isolamento como medo de vida demonstra falta de sabedoria, PV.18.1. 

Quando cremos em Jesus, temos com quem contar em todos os momentos da vida. Não somos solitários, pois, o Senhor está conosco. Mas ele deseja que tenhamos também outras pessoas como amigos e companheiros. Por isso, ele criou a igreja, que é a família de Deus na terra. Ef.2.19.
Na igreja, o solitário encontra acolhimento Salmos 68.6. 

Quantas pessoas vivem isolada e esmagadas pelo peso da solidão? Sua vida não tem graça nem valor. O pior de tudo isso é a solidão espiritual. É quando o solitário sente-se distante de Deus. 

Para mais informações
E-mail: ccpsp2018@gmail.com
WhatsApp: 14988056852
Celular: 1498100$557

One thought on “O isolamento e a solidão no ministério Pastoral

  • 27/04/2019 em 00:49
    Permalink

    Neste momento o melhor é Orar e pedir a Deus proteção

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *